sicnot

Perfil

País

Penas de prisão até 11 anos para arguidos que assaltavam casas durante funerais

O Tribunal da Relação de Guimarães confirmou a condenação a penas até 11 anos de prisão de 13 arguidos acusados de assaltos a residências em vários concelhos do norte, aproveitando a ausência dos proprietários para funerais ou casamentos.

(Arquivo/SIC)

(Arquivo/SIC)

Em nota hoje publicada no seu site, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto refere que os arguidos escolhiam as casas a assaltar após obterem informações, nomeadamente em jornais locais, de que os respetivos locatários estavam ausentes em funerais, casamentos, batizados ou outros acontecimentos que implicavam a ausência de casa por períodos mais longos.

Algumas vezes, essas informações eram obtidas junto de outros arguidos.

Os arguidos foram condenados em penas entre um ano e três meses e 11 anos de prisão pela prática de crimes de furto qualificado.

Os factos consumaram-se entre finais de 2013 e outubro de 2014, nos concelhos de Famalicão, Braga, Vila Praia de Âncora, Viana do Castelo, Santo Tirso, Guimarães, Vila Verde, Vizela, Monção, Barcelos e Póvoa de Varzim.

O Ministério Público estima que tenham sido furtados bens e valores num montante superior a 326 mil euros.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.