sicnot

Perfil

País

PCP vai votar contra projeto de resolução do CDS que rejeita Programa de Estabilidade

O líder da bancada parlamentar comunista anunciou hoje que o PCP vai votar contra o projeto de resolução do CDS-PP que rejeita o Programa de Estabilidade, criticando a "habilidade de última hora" de alterar o texto.

(arquivo)

(arquivo)

TIAGO PETINGA

"Uma proposta que associa essa intenção de rejeição do Programa de Estabilidade à recuperação de medidas com que o Governo anterior atingiu os direitos e as condições de vida dos portugueses tem que merecer, como sempre mereceu, o combate e o voto contra do PCP", anunciou João Oliveira numa declaração aos jornalistas no parlamento.

Segundo o líder da bancada comunista, "não é a habilidade de última hora do CDS com a alteração ao texto" que "pode iludir" e tentar "esconder esse objetivo de fundo de recuperar todas essas medidas de cortes e até de as intensificar".

O CDS propôs na quarta-feira a rejeição do Programa de Estabilidade e a revisão do Programa Nacional de Reformas, no sentido de "não reverter" as reformas estruturais do anterior Governo, segundo o requerimento de substituição entregue no parlamento.

Lusa

  • António Saraiva receia que Programa de Estabilidade aposte pouco no investimento
    0:54

    Economia

    António Sairava receia que o Programa de Estabilidade aposte pouco no investimento e nas exportações que, disse esta noite, considera essenciais para o desenvolvimento da economia. Na SIC Notícias, o presidente da Confederação Empresarial de Portugal queixou-se do pouco tempo dado aos parceiros sociais para analisarem o documento e proporem alterações.

  • Afinal há um plano B para 2017
    1:58

    Economia

    O Governo não explicou aos portugueses as medidas do Programa de Estabilidade que mais impacto vão ter no seu bolso. Há um anexo ao documento que foi entregue na Comissão Europeia, na UTAO e no Conselho de Finanças Públicas, mas não chegou a ser revelado publicamente. A SIC sabe que entre outras medidas para reduzir o défice em 2017, haverá poupanças no pagamento das prestações sociais.

  • Ministro garante que não está em marcha nenhum plano de contigência
    0:32

    Economia

    O ministro do Planeamento garante que não há qualquer plano de contingência ou secretismo. Em causa está a notícia de que o Programa de Estabilidade tem um anexo que não chegou a ser revelado publicamente. No final da reunião da concertação social, Pedro Marques garantiu que apenas foram enviados esclarecimentos à UTAO e ao Conselho de Finanças Públicas.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.