sicnot

Perfil

País

Ex-ministro Moreira da Silva finalista em concurso para subsecretário-geral da ONU

O ex-ministro do Ambiente Jorge Moreira da Silva confirmou hoje, através do Facebook, que é finalista ao cargo de secretário-executivo da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC), equivalente a subsecretário-geral da ONU.

(Arquivo)

(Arquivo)

ANT\303\223NIO COTRIM

A notícia da candidatura de Moreira da Silva foi avançada no domingo pelo ex-ministro Luís Marques Mendes no comentário semanal no Jornal da Noite na SIC.

Moreira da Silva confirmou hoje a informação, na sua conta pessoal no Facebook, afirmando que se candidatou no início deste ano e que já ultrapassou as fases do processo de seleção, constituindo-se como finalista ao cargo que reporta diretamente ao secretário-geral da ONU.

"Venho por este meio confirmar os rumores dos últimos dias: sou finalista do posto ao qual me candidatei, Secretário-Executivo da UNFCCC (Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas) (...) Ultrapassei as várias fases de um processo muito competitivo e cheguei à lista final(...) fui entrevistado pelo SG Ban Ki Moon no início da semana passada", lê-se no texto.

O vice-presidente do PSD esclareceu ainda que a sua candidatura a este cargo não teve qualquer reflexo nas funções políticas que exerce.

"Esta minha candidatura não envolveu, obviamente, qualquer desvalorização, da minha parte, das funções que exerço com a maior honra", assegurou.

Contactado pela agência Lusa, Moreira da Silva disse não querer prestar mais declarações do que aquelas que escreveu na sua página do Facebook.

O futuro secretário-executivo vai liderar toda a área das alterações climáticas da ONU, ficando à frente da Convenção Quadro da ONU para as alterações climáticas (UNFCCC), na qual participam 200 governos. Segundo o ex-ministro, foi naquela Convenção-Quadro da ONU que se tomaram as decisões sobre o Protocolo de Quioto e, mais recentemente, sobre o Acordo de Paris.

O resultado do concurso deverá ser anunciado ainda esta semana.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.