sicnot

Perfil

País

Ex-ministro Moreira da Silva finalista em concurso para subsecretário-geral da ONU

O ex-ministro do Ambiente Jorge Moreira da Silva confirmou hoje, através do Facebook, que é finalista ao cargo de secretário-executivo da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC), equivalente a subsecretário-geral da ONU.

(Arquivo)

(Arquivo)

ANT\303\223NIO COTRIM

A notícia da candidatura de Moreira da Silva foi avançada no domingo pelo ex-ministro Luís Marques Mendes no comentário semanal no Jornal da Noite na SIC.

Moreira da Silva confirmou hoje a informação, na sua conta pessoal no Facebook, afirmando que se candidatou no início deste ano e que já ultrapassou as fases do processo de seleção, constituindo-se como finalista ao cargo que reporta diretamente ao secretário-geral da ONU.

"Venho por este meio confirmar os rumores dos últimos dias: sou finalista do posto ao qual me candidatei, Secretário-Executivo da UNFCCC (Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas) (...) Ultrapassei as várias fases de um processo muito competitivo e cheguei à lista final(...) fui entrevistado pelo SG Ban Ki Moon no início da semana passada", lê-se no texto.

O vice-presidente do PSD esclareceu ainda que a sua candidatura a este cargo não teve qualquer reflexo nas funções políticas que exerce.

"Esta minha candidatura não envolveu, obviamente, qualquer desvalorização, da minha parte, das funções que exerço com a maior honra", assegurou.

Contactado pela agência Lusa, Moreira da Silva disse não querer prestar mais declarações do que aquelas que escreveu na sua página do Facebook.

O futuro secretário-executivo vai liderar toda a área das alterações climáticas da ONU, ficando à frente da Convenção Quadro da ONU para as alterações climáticas (UNFCCC), na qual participam 200 governos. Segundo o ex-ministro, foi naquela Convenção-Quadro da ONU que se tomaram as decisões sobre o Protocolo de Quioto e, mais recentemente, sobre o Acordo de Paris.

O resultado do concurso deverá ser anunciado ainda esta semana.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.