sicnot

Perfil

País

Professores e diretores disponíveis para reorganizar ciclos de ensino

O secretário-geral da Federação Nacional da Educação (FNE) manifestou-se hoje favorável a uma reorganização dos ciclos de ensino, repartida em seis anos para o ensino básico e outros seis para a restante escolaridade obrigatória.

(Arquivo)

(Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

Em declarações à agência Lusa, João Dias da Silva justificou a alteração com a necessidade de repensar a organização dos ciclos de ensino, após o alargamento da escolaridade obrigatória para 12 anos.

"Inclinamo-nos muito para que, de uma forma faseada, se caminhe no sentido da eliminação do 2.º Ciclo e haver uma escolaridade básica de seis anos, seguida de uma escolaridade secundária de seis anos (6+6)", disse Dias da Silva ao antecipar os temas da IV Convenção Nacional FNE/CONFAP/ANDAEP, a realizar no sábado, em Santa Maria da Feira.

Na reunião anual dos representantes da FNE, da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) e da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), vão estar em debate questões como os currículos e a organização dos estabelecimentos de ensino.

O objetivo é repensar o que as escolas estão a fazer e o que é preciso mudar, também ao nível da decisão política, frisou.

"A ideia de repensar os ciclos de ensino foi lançada por nós e sabemos que a FENPROF e a FNE são a favor, agora é preciso discuti-la com todos os intervenientes e alcançar um largo consenso", disse à Lusa o presidente da ANDAEP, Filinto Lima.

A iniciativa vai juntar mais de 200 participantes para discutir também o rumo dos currículos, com as queixas a incidir nos programas de matemática.

Os diretores continuam a reclamar uma "efetiva autonomia", nomeadamente ao nível da constituição das turmas.

Para Filinto Lima, mais importante do que definir o número máximo e mínimo de alunos por turma, seria atribuir um número de turmas a cada escola e o diretor poder decidir a respetiva constituição.

"Eu, que conheço muito bem os meus alunos e os meus professores, poderia fazer turmas de 30 -- que às vezes funcionam muito bem -- e turmas mais pequenas", exemplificou.

Para os diretores, a medida anunciada pelo ministro da Educação para as escolas poderem dispor de 25 por cento do currículo é ainda "um passo muito tímido".

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.