sicnot

Perfil

País

Presidente da SAD da União de Leiria e assessor em prisão preventiva

O presidente da SAD do União de Leiria, Alexander Tolstikov, e o assessor russo vão ficar em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa. O diretor financeiro da SAD, Pedro Violante, está obrigado a apresentações periódicas às autoridades.

Alexander Tolstikov

Alexander Tolstikov

SIC

O advogado de Pedro Violante diz-se satisfeito, uma vez que se caiu um dos crimes - o de associação criminosa - e ficou apenas indiciado por fraude fiscal e branqueamento de capitais. Violante vai ficar em liberdade com suspensão de funções, proibição de contactos e apresentação periódica.

O russo Alexander Tolstikov, presidente e principal acionista da SAD da União de Leiria,é considerado a peça chave no caso que levou ainda à detenção do assessor, o moldavo Sergio Renita e do português Pedro Violante, diretor financeiro da União de Leiria.

São suspeitos da prática de crimes de fraude fiscal, associação criminosa, branqueamento de capitais, corrupção e falsificação de documentos.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.