sicnot

Perfil

País

Colégios entregam mais de 100 mil cartas em Belém e São Bento

Colégios entregam mais de 100 mil cartas em Belém e São Bento

Os representantes das escolas de Famalicão acusam o Governo de traição e explicam o descontentamento com o recente despacho do Ministério da Educação que dizem que vai levar ao encerramento de vários estabelecimentos de ensino. Pais, professores e funcionários das escolas com contrato de associação entregam hoje mais de 100 mil cartas ao primeiro-ministro e ao Presidente da República.

As cartas das várias delegações de escolas do país, foram reunidas no Centro de Estudos de Fátima, escolhido como central de recolha e organização do conjunto de cartas de todo o país em defesa da escola de gestão privada.


Daí seguiram para Lisboa, para serem entregues no Palácio de São Bento e no Palácio de Belém. Os representantes dos colégios com contratos de associação protestam assim contra o corte de financiamento a estas instituições.

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.