sicnot

Perfil

País

Nove distritos de Portugal sob aviso amarelo devido a chuva e trovoada

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso amarelo nove distritos de Portugal continental devido a aguaceiros fortes acompanhados de trovoada.

(Arquivo)

(Arquivo)

REUTERS

Segundo o IPMA, que divulgou os avisos cerca das 22:45, Évora, Faro, Setúbal, Santarém, Lisboa, Leiria, Beja, Castelo Branco e Portalegre vão estar sob aviso amarelo entre as 01:00 e as 10:00 de terça-feira.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e refere-se a uma "situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

O IPMA avançou hoje com uma previsão especial do estado do tempo até sexta-feira, na qual refere que Portugal continental vai estar "sob influência de uma região depressionária centrada a oeste do território, prevendo-se chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada".

A partir de sexta-feira, dia 13, o IPMA já prevê um desagravamento das condições do estado do tempo, com diminuição da precipitação, embora esta ainda seja frequente nas regiões norte e centro.

Lusa

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.