sicnot

Perfil

País

Vieira da Silva defende mais participação das autarquias na gestão de recursos

O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, defendeu hoje, nas Caldas da Rainha, uma maior articulação entre o poder central local na gestão dos recursos do país.

José Vieira da Silva, ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

José Vieira da Silva, ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

ANT\303\223NIO COTRIM

"Cada vez mais temos que colocar os recursos de todos a serem geridos pela administração local", afirmou José Vieira da Silva elogiando "a coragem" da autarquia das Caldas da Rainha em aceitar gestão do património termal.

O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, que hoje presidiu à consignação da obra de substituição das canalizações do Hospital Termal, sublinhou que a cedência da gestão do património às autarquias "deve ser a regra e não a exceção".

A articulação entre o poder central e o local é "um caminho de sucesso" que o governante defende que deve ser prosseguido por outras autarquias, "como forma de responder a muitos problemas e valorizar o que é nosso".

A consignação da obra de substituição das aduções e canalizações do Hospital Termal foi o ponto alto das comemorações do Dia da Cidade das Caldas da Rainha, que tradicionalmente assinalava a abertura da época termal.

As comemorações decorreram, pela primeira vez, com o hospital sob gestão da autarquia, depois de o Estado ter, em dezembro de 2015, entregado à câmara o Hospital Termal, o Parque e a Mata das Caldas da Rainha.

Em contrapartida a autarquia compromete-se a efetuar, nos três primeiros anos obras, de 2,5 milhões de euros no hospital e a investir, até 2020, 9,7 milhões na recuperação dos emblemáticos pavilhões do parque, que se encontram em risco de ruir.

A substituição das canalizações do Hospital Termal, que permitirá reabrir os tratamentos termais, foi hoje consignada ao consórcio Ambiáguas, pelo valor de 511 mil euros, acrescidos de IVA.

À agência Lusa o presidente da câmara, Fernando Tinta Ferreira, adiantou que "as obras vão arrancar no início de junho e deverão estar concluídas em outubro", prevendo a autarquia que "em 2017 possam retomar-se os tratamentos com água termal".

A par, a autarquia está a negociar uma parceria com o Montepio Rainha D. Leonor (uma associação mutualista que opera na área da saúde) para a gestão do hospital onde, após a realização de obras no edifício com mais de 500 anos, se pretendem retomar os "tratamentos em banheiras de charme e na área da fisioterapia", acrescentou o autarca.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Então as pessoas arriscavam as poupanças de uma vida, sabendo que os produtos não eram seguros?"
    0:45
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.