sicnot

Perfil

País

PCP marca para dia 25 debate sobre táxis e empresas concorrentes

O grupo parlamentar do PCP vai agendar para 25 de maio um debate potestativo no parlamento sobre o seu projeto de lei que aumenta as coimas para quem transporte comercialmente passageiros em viaturas ligeiras, que não táxi.

© Rafael Marchante / Reuters

"O objetivo fundamental é contribuir de forma concreta e construtiva para a solução cada vez mais urgente de um problema que já dura há demasiado tempo, com a continuação da ilegalidade e do sentimento de impunidade que nos foi transmitido pelo setor", disse à Lusa o deputado comunista Bruno Dias.

A iniciativa do PCP altera o decreto-lei 251/98 aumentando os valores de penalização de 1.247 euros a 14.964 euros para entre 2.500 e 15.000 euros, consoante se trate de pessoa individual ou coletiva a cometer a infração, além de dobrar os montantes em caso de reincidência.

Desde outubro de 2014, empresas multinacionais como Uber ou a Cabify têm vindo a instalar-se em Portugal, como noutros países, recorrendo a aplicações por telemóvel para realizar as suas atividades de transporte comercial de passageiros.

"Não estamos agora a discutir se é ou não ilegal o transporte de passageiros em viaturas ligeiras sem ser táxi, pois o Instituto da Mobilidade e dos Transportes e os tribunais já se pronunciaram. Não estamos a discutir se podemos regulamentar empresas fora da lei. Trata-se de haver medidas dissuasoras eficazes, com a alteração das coimas e dos procedimentos", afirmou o parlamentar comunista.

Lusa

  • O que é a Uber?
    1:31

    Economia

    O que é afinal a Uber, a plataforma que tanta contestação dos taxistas tem merecido pelo mundo fora. Nasceu em São Francisco, nos Estados Unidos, em 2009, e a ideia inicial era ser um serviço de táxis de luxo. Com o tempo, acabou por transforma-se num simples serviço de táxi.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.