sicnot

Perfil

País

PCP marca para dia 25 debate sobre táxis e empresas concorrentes

O grupo parlamentar do PCP vai agendar para 25 de maio um debate potestativo no parlamento sobre o seu projeto de lei que aumenta as coimas para quem transporte comercialmente passageiros em viaturas ligeiras, que não táxi.

© Rafael Marchante / Reuters

"O objetivo fundamental é contribuir de forma concreta e construtiva para a solução cada vez mais urgente de um problema que já dura há demasiado tempo, com a continuação da ilegalidade e do sentimento de impunidade que nos foi transmitido pelo setor", disse à Lusa o deputado comunista Bruno Dias.

A iniciativa do PCP altera o decreto-lei 251/98 aumentando os valores de penalização de 1.247 euros a 14.964 euros para entre 2.500 e 15.000 euros, consoante se trate de pessoa individual ou coletiva a cometer a infração, além de dobrar os montantes em caso de reincidência.

Desde outubro de 2014, empresas multinacionais como Uber ou a Cabify têm vindo a instalar-se em Portugal, como noutros países, recorrendo a aplicações por telemóvel para realizar as suas atividades de transporte comercial de passageiros.

"Não estamos agora a discutir se é ou não ilegal o transporte de passageiros em viaturas ligeiras sem ser táxi, pois o Instituto da Mobilidade e dos Transportes e os tribunais já se pronunciaram. Não estamos a discutir se podemos regulamentar empresas fora da lei. Trata-se de haver medidas dissuasoras eficazes, com a alteração das coimas e dos procedimentos", afirmou o parlamentar comunista.

Lusa

  • O que é a Uber?
    1:31

    Economia

    O que é afinal a Uber, a plataforma que tanta contestação dos taxistas tem merecido pelo mundo fora. Nasceu em São Francisco, nos Estados Unidos, em 2009, e a ideia inicial era ser um serviço de táxis de luxo. Com o tempo, acabou por transforma-se num simples serviço de táxi.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.