sicnot

Perfil

País

Costa em Roma a convite de Renzi numa reunião com Hollande e Tsipras

O primeiro-ministro, António Costa, participa a convite do seu homólogo italiano, Matteo Renzi, na sexta-feira, em Roma, numa reunião de chefes de Governo e de Estado socialistas e progressistas da União Europeia.

António Costa recebido por Alexis Tsipras em Atenas em abril.

António Costa recebido por Alexis Tsipras em Atenas em abril.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Na reunião, que decorrerá no Museu Capitolino, na capital italiana, estarão presentes o Presidente da República de França, François Hollande, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, que procederão a uma análise sobre a atual situação da União Europeia.

Esta é a segunda reunião neste formato, depois da iniciativa do presidente francês de juntar a 12 de março passado, no Palácio do Eliseu, em Paris, líderes de governos socialistas e progressistas da União Europeia.

Os chefes de Governo e de Estado socialistas e progressistas vão debater em particular temas como as políticas europeias de crescimento, a promoção do emprego jovem e a questão dos refugiados.

Em Roma estarão ainda o vice-presidente da Comissão Europeia Frans Timmermans, a alta representante da União Europeia para a Política Externa e de Segurança, Federica Mogherini, o chanceler austríaco, Christian Kern, o primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, o líder dos socialistas espanhóis, Pedro Sanchez, assim como os presidentes do Partido Socialista Europeu e da bancada socialista em Estrasburgo e vários ministros dos Negócios Estrangeiros de Estados-membros da União Europeia.

No final da reunião, prevista para as 18:00 locais, António Costa regressa logo a Lisboa, onde votará no primeiro dos dois dias de eleições diretas do PS para o cargo de secretário-geral deste partido - lugar ao qual concorre pela segunda vez e que desta tem a candidatura alternativa do ex-dirigente socialista Daniel Adrião.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.