sicnot

Perfil

País

Marcelo diz que António Costa é "otimista militante" desde tempo de aluno

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse hoje que o primeiro-ministro, António Costa, é um "otimista militante" desde o tempo em que era seu aluno, com o chefe de Estado a definir-se também como otimista, mas "racional".

Lusa

"Desde que foi meu aluno sempre o achei um otimista militante. Eu também era um otimista, mas, até porque era mais velho, menos militante", vincou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República foi questionado pelos jornalistas em Lisboa, à margem de uma conferência da Associação de Pensionistas e Reformados (APRe!), onde interveio, sobre palavras por si proferidas na quinta-feira numa cerimónia no Porto.

Na inauguração do novo instituto de investigação do Porto, que definiu como "um momento histórico", Marcelo declarou partilhar o mesmo espírito de "otimismo crónico e às vezes ligeiramente irritante" que considerou habitual no primeiro-ministro, António Costa.

"Eu veria do outro lado da História, um pouco com o espírito habitual do senhor primeiro-ministro, aquele seu otimismo crónico e às vezes ligeiramente irritante", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa na inauguração do edifício-sede do i3S - Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto que contou também com a presença de António Costa.

"Eu sou sempre um otimista racional", disse hoje o chefe de Estado, quando questionado sobre as palavras ditas no dia anterior.

Lusa

  • Marcelo aconselha Costa a manter os "pés assentes no chão"
    2:06

    País

    O Presidente da República e o primeiro-ministro fizeram hoje a habitual reunião semanal no Porto, onde Marcelo Rebelo de Sousa refendeu que apesar de terem opiniões muito diferentes, sabem convergir em torno de "grandes" objetivos nacionais. O Presidente marcou as diferenças em relação a António Costa e defendeu que o primeiro-ministro precisa manter os pés bem assentes no chão.

  • Marcelo diz que Costa sofre de otimismo "crónico e às vezes irritante"
    1:16

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que António Costa sofre de otimismo "crónico e às vezes irritante".No Porto, na inauguração do instituto de Investigação e Inovação em Saúde, o Presidente da República vincou diferenças em relação ao chefe de Governo e avisou que é preciso manter os pés bem assentes no chão.

  • Governo prepara projeto para suavizar transição para a reforma
    1:38

    Economia

    O Governo quer suavizar a transição do trabalho para a reforma. A ideia é que essa passagem seja feita gradualmente e não de uma dia para o outro, o que pode ser mais traumático. O projecto prevê a possilidade do trabalhador cumprir meio horário e acumular com meia pensão.

  • Primeiro discurso de Costa na ONU alinhado com o de Guterres

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, proferirá hoje o seu primeiro discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, devendo estar muito alinhado com a agenda política apresentada na terça-feira pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, valorizando o multilateralismo.

  • Pelo menos 2 mortos em Guadalupe à passagem do furacão Maria

    Mundo

    A passagem na terça-feira do furacão Maria pelo arquipélago francês de Guadalupe, nas Caraíbas, provocou a morte de duas pessoas, indicou o governo. Em declarações à Rádio RCI, Eric Maire, delegado do governo, disse que um homem morreu devido à queda de uma árvore, e que outra pessoa foi encontrada morta junto ao mar.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.