sicnot

Perfil

País

Marcelo diz que António Costa é "otimista militante" desde tempo de aluno

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse hoje que o primeiro-ministro, António Costa, é um "otimista militante" desde o tempo em que era seu aluno, com o chefe de Estado a definir-se também como otimista, mas "racional".

Lusa

"Desde que foi meu aluno sempre o achei um otimista militante. Eu também era um otimista, mas, até porque era mais velho, menos militante", vincou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República foi questionado pelos jornalistas em Lisboa, à margem de uma conferência da Associação de Pensionistas e Reformados (APRe!), onde interveio, sobre palavras por si proferidas na quinta-feira numa cerimónia no Porto.

Na inauguração do novo instituto de investigação do Porto, que definiu como "um momento histórico", Marcelo declarou partilhar o mesmo espírito de "otimismo crónico e às vezes ligeiramente irritante" que considerou habitual no primeiro-ministro, António Costa.

"Eu veria do outro lado da História, um pouco com o espírito habitual do senhor primeiro-ministro, aquele seu otimismo crónico e às vezes ligeiramente irritante", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa na inauguração do edifício-sede do i3S - Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto que contou também com a presença de António Costa.

"Eu sou sempre um otimista racional", disse hoje o chefe de Estado, quando questionado sobre as palavras ditas no dia anterior.

Lusa

  • Marcelo aconselha Costa a manter os "pés assentes no chão"
    2:06

    País

    O Presidente da República e o primeiro-ministro fizeram hoje a habitual reunião semanal no Porto, onde Marcelo Rebelo de Sousa refendeu que apesar de terem opiniões muito diferentes, sabem convergir em torno de "grandes" objetivos nacionais. O Presidente marcou as diferenças em relação a António Costa e defendeu que o primeiro-ministro precisa manter os pés bem assentes no chão.

  • Marcelo diz que Costa sofre de otimismo "crónico e às vezes irritante"
    1:16

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que António Costa sofre de otimismo "crónico e às vezes irritante".No Porto, na inauguração do instituto de Investigação e Inovação em Saúde, o Presidente da República vincou diferenças em relação ao chefe de Governo e avisou que é preciso manter os pés bem assentes no chão.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.