sicnot

Perfil

País

Caso do espião português mostra boa articulação entre PJ e Secretas, diz PM

Caso do espião português mostra boa articulação entre PJ e Secretas, diz PM

O primeiro-ministro considera que o caso do espião português detido por ter sido apanhado a vender informações à Rússia é a prova de como há uma boa articulação entre a Polícia Judiciária (PJ) e as Secretas. António Costa lembra que, felizmente, se trata de um caso isolado.

  • Casos de espionagem na Rússia, nos EUA e em Israel
    9:32

    Mundo

    A história do espião português que foi apanhado a tentar vender documentos confidenciais aos serviços secretos russos voltou a levantar a discussão sobre a espionagem entre países. O assunto foi o mote para a conversa com jornalistas habituados a histórias de serviços secretos e espiões. José Milhazes, Luís Costa Ribas e Henrique Cymerman falam sobre os possíveis motivos que levaram o português a enveredar pela espionagem, qual seria o destino final dos documentos e ainda sobre vários casos nos países em que trabalham.

  • Detenção de espião é motivo de humor nas redes sociais

    País

    A notícia do espião português preso em Itália a tentar passar documentação confidencial a um agente dos serviços secretos russos está a dar que falar nas redes socias. Alguns internautas aproveitaram-se do assunto para fazer humor. No twitter surgiu a hashtag #osrussosqueriamsaber e a partir daí surgiram uma série de frases.

  • Espião português detido em Itália vendia documentos a agente do antigo KGB
    2:13

    País

    Um inspetor do Serviço de Informações de Segurança foi detido por vender documentos classificados a um agente dos serviços secretos russos. A detenção ocorreu em Itália e foi feita em conjunto pela Polícia Judiciária e a polícia italiana. O espião é suspeito dos crimes de violação de segredo de estado, espionagem e corrupção. O agente dos serviços secretos russos também foi detido pelas autoridades. A PJ seguia Frederico Carvalhão Gil há vários meses e sabe-se que era um dos funcionários mais antigos do SIS.

  • Espião português apanhado a vender segredos à Rússia
    1:22

    País

    Um inspector do SIS foi detido em flagrante, em Itália, quando vendia documentos classificados a um agente dos serviços secretos russos. A Polícia Judiciária e o Ministério Público contaram com a colaboração da polícia italiana. O inspetor é um dos mais antigos funcionários do SIS e analista de documentos com acessos privilegiados. Esta operação conhecida por "Top Secret" surgiu de uma denúncia do secretário-geral das secretas.

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.