sicnot

Perfil

País

Ministro da Educação não está preocupado com providências cautelares dos colégios privados

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse hoje que não está preocupado com as providências cautelares interpostas pelos colégios particulares e adianta que estas são da incumbência de quem as faz.

"Não me preocupa. As providências cautelares são da incumbência de quem as faz e depois é trabalho dos tribunais que aceitam as providencias cautelares, como é normal, e depois seguirão também o seu trabalho, que é um trabalho exclusivamente dos tribunais", afirmou.

Tiago Brandão Rodrigues, que falava aos jornalistas à margem da inauguração da biblioteca da Escola José Silvestre Ribeiro, em Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco, não quis comentar toda a polémica em torno dos contratos de associação com os colégios privados, para o próximo ano letivo.

"Relativamente à polémica, eu não queria propriamente fazer um comentário. Queria dizer que, nestes últimos dias, como sabem, foi anunciada a rede em que serão abertos novos ciclos no próximo ano e agora todo o processo está a acontecer de forma normal, com toda a tranquilidade e serenidade que acontece todos os anos", disse.

O responsável ministerial explicou ainda que, basicamente, é aberta a oferta para evitar redundâncias entre a oferta pública e toda a necessidade que existe de complementar toda a rede pública, através de contratos de associação com a rede particular e cooperativa.

Questionado sobre a preparação do próximo ano letivo, Tiago Brandão Rodrigues disse que o trabalho de rede está a ser feito neste momento e que, em breve, se saberá exatamente qual vai ser o perfil da rede no próximo ano letivo.

"Aí teremos todo o conhecimento da rede global do território continental. Está neste momento a ser feito todo esse trabalho, não só da rede, que é complementada pelos contratos de associação, mas também de todas as ofertas que fazem parte do serviço nacional de educação", concluiu.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.