sicnot

Perfil

País

Ramalho Eanes acusa a Europa de ter o "pensamento único" da Alemanha

O antigo Presidente da República Ramalho Eanes criticou hoje a Europa por considerar que a liderança das instituições europeias tem o "pensamento único" da Alemanha e os países que não alinham são "fustigados".

NUNO VEIGA

"O pensamento único é o da Alemanha e por ele todos alinham. E quando algum não alinha, é de imediato fustigado, como foi a Grécia, em certa medida bem, e como estamos a ser nós e, em meu entender, Deus queira que não, viremos a ser nós", afirmou.

O ex-chefe de Estado respondia à pergunta de uma aluna sobre a Europa, no 2.º Encontro/Debate com Jovens no âmbito das comemorações dos 40 anos das primeiras eleições presidenciais em democracia, que decorreu na Universidade de Évora.

Na sessão, moderada pelo jornalista Joaquim Letria e na qual participou o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o antigo chefe de Estado considerou ainda que, na Europa, "todas as soluções chegam tarde e chegam mal".

"Quem olha para a Europa não pode deixar de ficar preocupado", disse também, apontando vários exemplos de ameaças, como os problemas de insegurança em França ou a questão dos refugiados.

Durante o debate, com alunos de escolas secundárias e da Universidade de Évora, que encheram o auditório, Ramalho Eanes abordou várias temáticas sobre a transição de Portugal da ditadura para a democracia e a evolução do país nos últimos 40 anos.

Na sessão de abertura do encontro com os jovens, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu que, por vezes, os jovens entendem a democracia como "um dado adquirido", mas lembrou que esta "constrói-se ou destrói-se todos os dias".

Num balanço sobre os 40 anos de democracia no país, o atual chefe de Estado considerou que o saldo é "positivo", apesar de ainda ficar "aquém daquilo que se deseja, aquém daquilo que é necessário".

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.