sicnot

Perfil

País

Ramalho Eanes acusa a Europa de ter o "pensamento único" da Alemanha

O antigo Presidente da República Ramalho Eanes criticou hoje a Europa por considerar que a liderança das instituições europeias tem o "pensamento único" da Alemanha e os países que não alinham são "fustigados".

NUNO VEIGA

"O pensamento único é o da Alemanha e por ele todos alinham. E quando algum não alinha, é de imediato fustigado, como foi a Grécia, em certa medida bem, e como estamos a ser nós e, em meu entender, Deus queira que não, viremos a ser nós", afirmou.

O ex-chefe de Estado respondia à pergunta de uma aluna sobre a Europa, no 2.º Encontro/Debate com Jovens no âmbito das comemorações dos 40 anos das primeiras eleições presidenciais em democracia, que decorreu na Universidade de Évora.

Na sessão, moderada pelo jornalista Joaquim Letria e na qual participou o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o antigo chefe de Estado considerou ainda que, na Europa, "todas as soluções chegam tarde e chegam mal".

"Quem olha para a Europa não pode deixar de ficar preocupado", disse também, apontando vários exemplos de ameaças, como os problemas de insegurança em França ou a questão dos refugiados.

Durante o debate, com alunos de escolas secundárias e da Universidade de Évora, que encheram o auditório, Ramalho Eanes abordou várias temáticas sobre a transição de Portugal da ditadura para a democracia e a evolução do país nos últimos 40 anos.

Na sessão de abertura do encontro com os jovens, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu que, por vezes, os jovens entendem a democracia como "um dado adquirido", mas lembrou que esta "constrói-se ou destrói-se todos os dias".

Num balanço sobre os 40 anos de democracia no país, o atual chefe de Estado considerou que o saldo é "positivo", apesar de ainda ficar "aquém daquilo que se deseja, aquém daquilo que é necessário".

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.