sicnot

Perfil

País

"Têm sido 6 meses a cumprir o nosso compromisso"

O primeiro-ministro afirmou hoje que os seis meses de Governo foram de cumprimento do compromisso com os cidadãos, com a maioria parlamentar e com a União Europeia, num caminho que "nem sempre foi fácil".

António Costa, primeiro-ministro

António Costa, primeiro-ministro

Geert Vanden Wijngaert

"Têm sido 6 meses a cumprir o nosso compromisso com os cidadãos, com a maioria parlamentar, com a União Europeia", diz uma mensagem de António Costa publicada na rede social Instagram, que surge acompanhada de um 'slideshow', com várias fotos do meio ano de Governo que hoje se assinala com um Conselho de Ministros extraordinário.

"Nem sempre foi fácil, mas já sabíamos que não seria. A cada dificuldade, capacidade de a vencer", assume.

Segundo o primeiro-ministro, "há uma visão estratégica, centrada na qualificação, inovação, modernização do Estado, valorização do território, capitalização das empresas, erradicação da pobreza".

"Só assim teremos mais crescimento, melhor emprego, maior igualdade e... consolidação orçamental sustentável. Este é o caminho a percorrer em conjunto", concluiu, assinando a mensagem com "um abraço, António Costa".

Lusa

  • Seis meses de Governo de esquerda
    2:29

    País

    A polémica dos colégios, a greve dos estivadores e o regresso ao horário de 35 horas são algumas das questões que têm marcado os últimos tempos da governação socialista que assinala hoje seis meses. No balanço de meio ano, a direita fala em retrocesso económico e desnorte, a esquerda que apoia o Governo sublinha a recuperação de rendimentos e a defesa do Estado Social.

  • Regresso das 35 horas semanais pode não ser para todos
    2:01

    País

    O horário de 35 horas de trabalho por semana pode não ser para todos os funcionários públicos. O Governo está a estudar alternativas para compensar os que tenham de continuar a trabalhar 40 horas semanais. O modelo já está a ser discutido com os sindicatos.

  • João Galamba deixa de ser porta-voz do PS

    País

    João Galamba vai deixar de ser porta-voz do PS e de integrar a comissão permanente do partido. A nova porta-voz dos socialistas vai ser Maria Antónia Almeida Santos, que já integrava a comissão independente, órgão de direção política do PS.

  • Mariano Rajoy não vai convocar eleições antecipadas
    1:24

    Mundo

    O governo espanhol está por um fio por causa de um processo de corrupção a envolver dirigentes do PP. O PSOE apresentou uma moção de censura e o Ciudadanos pede eleições antecipadas. O chefe do governo, Mariano Rajoy, já disse que não vai convocar eleições.