sicnot

Perfil

País

Assunção Cristas acusa Costa de "falta de coragem política"

​A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, acusou hoje o primeiro-ministro de "falta de coragem política", argumentando que António Costa não respeita o modelo de concursos para a administração pública, com "apenas 19" concursos e 150 nomeações.

ANT\303\223NIO COTRIM

Na resposta, António Costa disse não ser "particularmente contrário ao modelo" da Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CRESAP) e acrescentou estar a trabalhar num modelo sobre o qual espera poder discutir com a oposição quando esta "tiver a cabeça mais fria, mais serena, tiver um espírito minimamente construtivo".

Assunção Cristas tinha dito ao primeiro-ministro que podia não gostar do modelo da CRESAP, mudá-lo ou voltar ao "modelo de confiança política" do Governo de José Sócrates, mas não pode "fingir que a lei não existe".

"O que não pode fazer é, num caminho de despartidarização da administração pública, num caminho de concursos, num caminho de transparência, não pode fingir que a lei não existe, não pode sistematicamente tirar dirigentes para os substituir por outros, desconsiderando concursos, desconsiderando mecanismos legais. Isso é falta de coragem política, é falta de honestidade política e honestidade intelectual", acusou Cristas.

Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48