sicnot

Perfil

País

Casal suspeito de matar ex-deputado do CDS Madeira vai a julgamento

O casal suspeito de matar e enterrar o corpo do ex-deputado regional do CDS da Madeira vai ser julgado por homicídio qualificado por especial perversidade, roubo e profanação de cadáver.

O homem e a mulher estão em prisão preventiva desde novembro e são suspeitos de terem estrangulado, desmembrado e enterrado a vítima num terreno agrícola.

Ante do crime, o casal terá atraído o professor reformado e antigo deputado a uma casa, no Funchal, onde terá sido agredido para ceder o código de multibanco.

O Ministério Público acredita que o casal se defez do corpo após vários levantamentos da canto bancária da vítima. O corpo foi descoberto vários meses após o crime.

  • Presidente catalão garante ter plano de contingência
    2:14
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Subimos ao novo miradouro no pilar da Ponte 25 de Abril
    2:06
  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • 60 sobreviventes resgatados dos escombros no México
    1:21