sicnot

Perfil

País

Presidente alemão elogiou os esforços de Portugal

Presidente alemão elogiou os esforços de Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa encontrou-se hoje com o seu homólogo alemão, em Berlim, que elogiou os esforços de Portugal mas não comentou eventuais sanções de Bruxelas. O Presidente da Alemanha disse, numa conferência de imprensa conjunta em Berlim com o Presidente da República, que reconhece o esforço feito por Portugal nos últimos anos, mas rejeitou "imiscuir-se" na questão das eventuais sanções, principal assunto que Marcelo tenciona abordar hoje com as autoridades alemãs, durante a visita oficial à capital alemã.

  • Execução orçamental não preocupa Marcelo
    2:39

    Economia

    O Presidente da República diz que a Alemanha só tem a ganhar com a estabilidade e o reforço da banca portuguesa e adianta que o sistema financeiro será um dos temas da conversa que vai ter esta segunda-feira com a chanceler alemã. Marcelo chegou este domingo a Berlim para uma visita de dois dias. À margem de um encontro com a comunidade portuguesa, e confrontado com a notícia do jornal Expresso que dava conta de dúvidas de Belém em relação às previsões económicas do Governo, Marcelo limita-se a dizer que a execução orçamental de abril não dá razão para preocupações.

  • Marcelo diz que Portugal tem-se esforçado para cumprir compromissos europeus
    0:48

    Economia

    O Presidente da República já está em Berlim para uma visita de dois dias à Alemanha e uma operação de charme junto do presidente e da chefe de governo. Marcelo Rebelo de Sousa vai tentar convencer Angela Merkel de que Portugal não merece ser alvo das sanções. Para o Presidente o país tem feito um esforço para cumprir compromissos europeus.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.