sicnot

Perfil

País

Rui Fiolhais é o novo presidente do Instituto da Segurança Social

O ministro Vieira da Silva nomeou hoje Rui Fiolhais como presidente do Conselho Diretivo do Instituto da Segurança Social (ISS), sucedendo no cargo a Ana Clara Birrento, anunciou o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O novo Conselho Diretivo do ISS, que substitui o anterior que foi dissolvido no domingo, é composto por dirigentes em regime de substituição até à conclusão do concurso que vai decorrer, segundo o Ministério da Segurança Social.

Rui Fiolhais, nascido em 1967, é licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra (1991) e mestre em políticas e gestão de recursos humanos pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (1995).

O novo presidente do ISS é quadro superior do Gabinete de Estratégia e Planeamento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (1992-2016), tendo o Curso de Alta Direção em Administração Pública (CADAP).

No âmbito do setor público exerceu funções dirigentes como Gestor do Programa Operacional Potencial Humano, foi vice-presidente do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, chefe do gabinete do Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social e foi subdiretor-geral do Departamento de Estudos, Estatística e Planeamento do Ministério da Segurança Social e do Trabalho, entre outros cargos.

O novo conselho diretivo do ISS é ainda composto por Gabriel Bastos, nomeado vice-presidente, Noémia Silva Goulart e Sofia Borges Pereira, vogais.

Nascido em 1973, Gabriel Bastos é licenciado em Direito e pós-graduado em Ciências Jurídico-Administrativas pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

É quadro superior da Direção Geral da Segurança Social (desde 2012), onde desempenhou funções na área da negociação e coordenação de instrumentos internacionais, refere o comunicado do gabinete do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social destaca, no comunicado, "o excelente curriculum profissional e académico destes novos dirigentes, assim como a sua extensa experiência e conhecimento do sistema de segurança social, em geral, e do Instituto da Segurança Social, em particular".

Num comunicado divulgado na semana passada, o ministério explica que a mudança de direção deveu-se à necessidade de dar "uma nova orientação à gestão do Instituto de Segurança Social", de modo a cumprir os objetivos definidos no Programa do Governo relativamente à promoção da coesão social.

"Tal mudança de estratégia apenas será possível de concretizar imprimindo uma nova orientação à gestão do Instituto da Segurança Social, I.P., a qual passa, incontornavelmente, pela alteração da composição do Conselho Diretivo, de forma a conferir uma nova dinâmica à prossecução das prioridades e objetivos ora delineados para esta área de atuação", refere o comunicado.

Os anteriores membros do Conselho Diretivo do ISS encontravam-se nomeados desde julho de 2015, por despachos do anterior Governo.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.