sicnot

Perfil

País

Juiz volta a recusar liberdade condicional a homem que matou os pais em Ílhavo

Juiz volta a recusar liberdade condicional a homem que matou os pais em Ílhavo

O homem que há 17 anos esfaqueou até à morte os pais, em Ílhavo, vai continuar preso. O juiz de execução de penas voltou a recusar a liberdade condicional. Tó Jó, como é conhecido, tinha 21 anos quando assassinou os pais e foi condenado a 25 anos de prisão. Desde 2012, tem pedido liberdade condicional, mas todos os pedidos foram recusados.

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.