sicnot

Perfil

País

Juiz volta a recusar liberdade condicional a homem que matou os pais em Ílhavo

Juiz volta a recusar liberdade condicional a homem que matou os pais em Ílhavo

O homem que há 17 anos esfaqueou até à morte os pais, em Ílhavo, vai continuar preso. O juiz de execução de penas voltou a recusar a liberdade condicional. Tó Jó, como é conhecido, tinha 21 anos quando assassinou os pais e foi condenado a 25 anos de prisão. Desde 2012, tem pedido liberdade condicional, mas todos os pedidos foram recusados.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.