sicnot

Perfil

País

MP pede julgamento para funcionária de serviço estatal acusada de peculato

O Ministério Público (MP) pediu o julgamento em tribunal coletivo de uma funcionária de um serviço estatal, arguida por peculato e falsidade informática, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

(Arquivo/SIC)

(Arquivo/SIC)

Segundo a PGDL, trata-se de uma funcionária do Espaço de Registo Autónomo de Lisboa (ERA) que, entre finais de março de 2009 e meados de novembro de 2014, recebeu 42.693 euros de utentes que pediam a emissão de certidões.

Aquela funcionária ter-se-á apropriado desse montante, que não foi registado no Sistema Integrado do Registo e Identificação Civil (SIRIC), nem entregue ao Instituto dos Registos e Notariado.

O Ministério Público exigiu ainda que aquela quantia seja devolvida ao Estado pela arguida, que se enontra a aguardar pelo desenrolar do processo, sob termo de identidade e residência.

O inquérito foi dirigido pelo MP, na 9.ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • Trump arrasa restaurante que expulsou a sua assessora de imprensa

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, arrasou um restaurante da Virgínia que recusou servir a sua assessora de imprensa, Sarah Huckabee Sanders, escrevendo na sua conta de Twitter que o restaurante se devia concentrar na limpeza dos seus toldos e portas "imundos".