sicnot

Perfil

País

Pais e docentes de colégios entregam cravos amarelos no Ministério

Pais e docentes de colégios entregam cravos amarelos no Ministério

Um grupo de pais, professores e funcionários das escolas com contrato de associação entregou no Ministério da Educação 374 cravos amarelos, um por cada turma cortada. No Instituto de Leiria prevê-se que sejam cortadas algumas turmas. Apesar de haver alternativa na rede pública, o movimento "Em defesa da Escola Ponto" diz que é preciso repensar o impacto social e cultural que esta mudança trará.

  • Governo diz que contratos de associação são assunto encerrado
    1:33

    País

    O Governo português diz que a questão dos contratos de associação com os colégios está encerrada, uma vez que o Ministério da Educação fica vinculado à interpretação da Procuradoria-Geral da República. Ainda assim, o Executivo está disposto a discutir outras parcerias. Contudo pede aos pais que não matriculem os filhos em turmas, porque não vai ceder a essa pressão. No dia 18 de junho está marcada uma manifestação nacional a favor das escolas públicas.

  • "Cortar de repente e sem aviso prévio é uma violência"
    24:44

    Luís Marques Mendes

    Luís Marques Mendes comenta a atualidade nacional. O comentador diz que as escolas públicas e os colégios privados são duas realidades necessárias para o país. Para Luís Marques Mendes o corte feito pelo Governo e sem aviso prévio "é uma violência". Sobre as relação entre o Governo e o Presidente, Marques Mendes diz que já se nota um distanciamento entre as duas partes. O comentador falou ainda sobre as eventuais sanções que podem vir a ser impostas a Portugal. Na sua opinião o ministro das Finanças da Alemanha não tem razões para pedir sanções quando o défice português derrapa apenas duas décimas.

  • Igreja toma posição na guerra entre o Governo e os colégios privados
    3:06

    País

    A guerra entre o ministério da Educação e os colégios continua com novos episódios e com um novo protagonista. A Igreja Católica apoia o protesto dos privados. Entretanto a Procuradoria Geral da República deu razão ao Governo no que toca à proibição de algumas escolas abrirem turmas de início de ciclo. Por outro lado, as escolas privadas alegam que um texto produzido pelo Tribunal de Contas diz que os contratos com o sector privado não dependem da existência de oferta pública. O Tribunal já veio entretanto esclarecer o equívoco.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41