sicnot

Perfil

País

Pais e docentes de colégios entregam cravos amarelos no Ministério

Pais e docentes de colégios entregam cravos amarelos no Ministério

Um grupo de pais, professores e funcionários das escolas com contrato de associação entregou no Ministério da Educação 374 cravos amarelos, um por cada turma cortada. No Instituto de Leiria prevê-se que sejam cortadas algumas turmas. Apesar de haver alternativa na rede pública, o movimento "Em defesa da Escola Ponto" diz que é preciso repensar o impacto social e cultural que esta mudança trará.

  • Governo diz que contratos de associação são assunto encerrado
    1:33

    País

    O Governo português diz que a questão dos contratos de associação com os colégios está encerrada, uma vez que o Ministério da Educação fica vinculado à interpretação da Procuradoria-Geral da República. Ainda assim, o Executivo está disposto a discutir outras parcerias. Contudo pede aos pais que não matriculem os filhos em turmas, porque não vai ceder a essa pressão. No dia 18 de junho está marcada uma manifestação nacional a favor das escolas públicas.

  • "Cortar de repente e sem aviso prévio é uma violência"
    24:44

    Luís Marques Mendes

    Luís Marques Mendes comenta a atualidade nacional. O comentador diz que as escolas públicas e os colégios privados são duas realidades necessárias para o país. Para Luís Marques Mendes o corte feito pelo Governo e sem aviso prévio "é uma violência". Sobre as relação entre o Governo e o Presidente, Marques Mendes diz que já se nota um distanciamento entre as duas partes. O comentador falou ainda sobre as eventuais sanções que podem vir a ser impostas a Portugal. Na sua opinião o ministro das Finanças da Alemanha não tem razões para pedir sanções quando o défice português derrapa apenas duas décimas.

  • Igreja toma posição na guerra entre o Governo e os colégios privados
    3:06

    País

    A guerra entre o ministério da Educação e os colégios continua com novos episódios e com um novo protagonista. A Igreja Católica apoia o protesto dos privados. Entretanto a Procuradoria Geral da República deu razão ao Governo no que toca à proibição de algumas escolas abrirem turmas de início de ciclo. Por outro lado, as escolas privadas alegam que um texto produzido pelo Tribunal de Contas diz que os contratos com o sector privado não dependem da existência de oferta pública. O Tribunal já veio entretanto esclarecer o equívoco.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.