sicnot

Perfil

País

Costa anuncia mil milhões de euros em fundo de reabilitação urbana

O secretário-geral do PS, António Costa, anunciou hoje que o Governo aprovará na próxima reunião do Conselho de Ministros o fundo para a reabilitação urbana, que injetará mil milhões de euros no setor da construção.

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

"Na próxima quarta-feira o Conselho de Ministros aprovará o fundo para a reabilitação urbana, de forma a injetar na economia e dinamizar a construção cerca de mil milhões de euros que é necessário injetar para relançar um setor da economia que colapsou e que temos de relançar de forma inteligente", anunciou o líder socialista.

Na intervenção de abertura no 21.º Congresso do PS, António Costa incluiu uma "prestação de contas" da ação governativa e nesse momento fez o anúncio da aprovação do fundo para a reabilitação urbana e também que no próximo dia 1 de julho o IVA da restauração baixará de 23% para 13%.

António Costa defendeu o relançamento do setor da construção civil "não através de grandes obras públicas mas dando prioridade à reabilitação urbana" na necessidade mais vasta de dinamizar setor tradicionais da economia e não apenas o setor exportador.

Esses setores tradicionais, afirmou, têm "enorme potencial de criação de emprego sobretudo dirigido aos desempregados de longa duração não qualificados com dificuldades de inserção no mercado de trabalho.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras