sicnot

Perfil

País

Jardins da residência oficial do PM abertos todos os domingos ao público

Os jardins do Palacete de São Bento, residência oficial do primeiro-ministro, vão estar abertos ao público todos os domingos a partir de hoje, concretizando um anúncio que tinha sido feito por António Costa no 25 de Abril.

Na terça-feira foi assinado um protocolo entre a Presidência do Conselho de Ministros e a Câmara de Lisboa que estabeleceu "a abertura dos jardins do Palacete de São Bento ao público, aos domingos, por considerar-se um espaço de inegável interesse público", de acordo com fonte oficial do gabinete do chefe de Governo.

António Costa tinha anunciado nas comemorações do 25 de Abril, dia no qual abriu não só espaços verdes mas também o palacete para visitas do público, que os jardins da sua residência oficial, em São Bento, iriam abrir ao público todos os domingos a partir de junho, uma iniciativa com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.

A entrada é gratuita e os interessados podem visitar aos domingos a partir de hoje os jardins daquela que é a residência oficial do primeiro-ministro desde 1938.

As visitas decorrem todos os domingos -- com a exceção dos dias em que a agenda oficial o impeça -- sendo o horário no outono e inverno entre as 10:00 e as 17:00 e na primavera e verão com abertura de portas à mesma hora, mas encerramento às 18:00.

Até às comemorações deste ano do 25 de Abril, os jardins do Palacete de São Bento estiveram fechados ao público em geral, um espaço com cerca de dois hectares, anexo às traseiras da Assembleia da República.

"A democracia recorda-nos que o poder reside no povo e é exercido em nome do povo. É importante que todos sintam que estes locais de trabalho dos órgãos de soberania não são dos órgãos de soberania, são vossos, são do povo, dos cidadãos - e foi isso que quisemos transmitir abrindo as portas da residência oficial de São Bento neste 25 de Abril", declarou o primeiro-ministro nas últimas comemorações da Revolução dos Cravos.

Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e onde o levantamento de prejuízos materiais ainda não está concluído.

  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.