sicnot

Perfil

País

Ilhas Selvagens terão vigilância alargada

Portugal vai alargar para 20 milhas a vigilância das Ilhas Selvagens. A partir do final de agosto, a Polícia Marítima realiza o patrulhamento permanente com duas lanchas e pessoal disponível 24 horas diárias, durante todo o ano.

Espanha não quer que a ONU entregue o mar das Selvagens a Portugal

Espanha não quer que a ONU entregue o mar das Selvagens a Portugal

MIGUEL A. LOPES

O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo secretário de Estado da Defesa durante a inauguração das instalações requalificadas do posto local do Funchal. Marcos Perestrello adiantou que o sistema de comunicação será melhorado e instalado um radar para controlar a zona de pesca. Também a Marinha irá reforçar igualmente a presença na área das Ilhas Selvagens.

  • Cientistas querem preservar e alargar a reserva natural das ilhas Selvagens
    3:01

    País

    Cientistas de um projeto de conservação da National Geographic defendem o alargamento da reserva natural das Selvagens dos cerca de 9400 hectares atuais para pelo menos 124 mil hectares. As ilhas do arquipélago da Madeira foram objeto de uma expedição científica e são agora as estrelas de um documentário que mostra um local pujante de vida. Um dos últimos lugares quase intocados pelo homem no Atlântico norte.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15