sicnot

Perfil

País

PS contra proposta do PSD para comissão eventual sobre Segurança Social

O projeto de resolução do PSD para a criação de uma comissão eventual para estudar e promover uma reforma do sistema público de segurança social vai hoje a debate no Parlamento, tendo o PS já antecipado o voto contra.

Segundo o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, esta comissão "não tem à partida definido nenhum projeto específico, nem nenhuma proposta específica", assegurando que não está em causa o corte "nas pensões, nem nenhum fantasma que se queira agora acenar".

"A comissão é uma oportunidade e um instrumento que o parlamento coloca ao serviço de toda a sociedade, que não se quer circunscrever às opiniões partidárias. Queremos dizer a todas as forças políticas com representação parlamentar que temos a responsabilidade perante o país de não desperdiçar esta oportunidade", disse Luís Montenegro.

A discussão do projeto de resolução do PSD para a constituição desta comissão eventual decorre hoje no parlamento, a partir das 15:00, mas na terça-feira o líder parlamentar socialista, Carlos César, já antecipou o voto contra ao afirmar não haver "nenhuma razão" para a aprovação, nesta fase, da criação de uma comissão eventual para promover uma reforma estrutural do sistema público de Segurança Social.

O PSD quer que esta comissão eventual funcione por um período indicativo de 180 dias, que deverá ter como objeto "a recolha de contributos, a análise e a sistematização de medidas orientadas para a sustentabilidade financeira e sociopolítica de longo prazo do sistema de segurança social".

No âmbito da comissão deverão ser ouvidos os parceiros sociais, responsáveis institucionais públicos, privados, bem como personalidades do meio académico, e, no final, deverá ser apresentado um relatório com as respetivas conclusões.

Na sexta-feira, o líder do PSD, Passos Coelho, voltou a propor uma discussão sobre a reforma da Segurança Social, tendo então sublinhado que "é imperioso não adiar a resposta política a este problema" e que a matéria não pode ficar reduzida às "preferências partidárias".

Nesse mesmo dia, o primeiro-ministro, António Costa, à chegada para o arranque do congresso do PS, em Lisboa, não respondeu às perguntas dos jornalistas sobre o repto lançado pelo líder social-democrata em relação à Segurança Social.

As críticas do Governo vieram no dia seguinte, sábado, pela voz do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, que acusou Pedro Passos Coelho de fazer uma "manobra de diversão" sobre o tema da sustentabilidade da Segurança Social.

"Há uma coisa que não vou fazer, que é colaborar com Passos Coelho na tentativa de criar uma diversão quando está a decorrer o congresso do PS. Julgo que essa proposta não é muito mais do que isso. Não contribuirei para a manobra de diversão que Passos Coelho tentou fazer para que este importante congresso não tivesse o relevo que tem", disse então o ministro

  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.