sicnot

Perfil

País

Operação Álcool e Drogas da GNR termina com 1.571 contraordenações

A operação Álcool e Drogas da GNR entre 06 e 12 de junho, terminou com 1.571 contraordenações, disse à agência Lusa fonte oficial daquela força de segurança.


Durante os dias da operação foram fiscalizados 9.265 condutores e registados 99 crimes, segundo o balanço da GNR.

Entre as 1.571 contraordenações, há 272 casos de condução com excesso de álcool (alguns incluídos nos 99 crimes) e 101 de excesso de velocidade.

Por outro lado, 86 contraordenações referem-se a irregularidades relacionadas com a falta ou utilização incorreta do cinto de segurança e 12 são relativas ao sistema de retenção para crianças.

A Operação Álcool e Drogas enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (TISPOL) -- organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, em que a GNR é a representante nacional -- e pelo Euro Controle Route, um grupo de serviços de controlo das estradas europeias cujo objetivo é melhorar a segurança rodoviária.

Lusa

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.