sicnot

Perfil

País

Casal ferido com gravidade após ser esfaqueado pelo filho

Um homem terá esfaqueado os pais na noite de terça-feira com uma navalha, no concelho de Moimenta da Beira, causando-lhes ferimentos considerados graves, disse hoje fonte da GNR de Viseu.

Google Maps

De acordo com o relações públicas da GNR de Viseu, José Machado, o agressor tem cerca de 30 anos e entregou-se ao início da noite de terça-feira no posto da GNR de Moimenta da Beira, onde terá confessado que esfaqueou os pais em casa, na povoação de Beira Valente, freguesia de Leomil.

"Chegou ao posto com uma navalha a dizer que tinha esfaqueado os pais. Acionámos os meios de socorro e dirigimo-nos ao local, tendo sido preciso arrombar a porta, que se encontrava fechada, para depois encontrarmos os pais feridos com golpes de navalha", revelou.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Moimenta da Beira, José Requeijo, informou que o casal, na casa dos 70 anos, foi conduzido inicialmente para a Urgência Básica do Centro de Saúde de Moimenta da Beira, seguindo depois para os Hospitais de Coimbra.

"Tinham ferimentos na zona da face e dos olhos, tendo sido transferidos para os serviços de oftalmologia dos Hospital de Coimbra", esclareceu.

O caso foi entregue à Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real.

Lusa

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.