sicnot

Perfil

País

Portugal disponível para missão da NATO no Iraque

O ministro da Defesa reafirmou hoje, em Bruxelas, a disponibilidade de Portugal em participar numa possível missão da NATO no Iraque, que não se irá confundir com a ação da coligação contra os extremistas do Daesh.

OLIVIER HOSLET

Perante a possibilidade de uma "futura missão de projeção de estabilidade", Portugal "em princípio, afirmou a sua disponibilidade, para participar", afirmou José Azeredo Lopes, no segundo e último dia de reunião de ministros da Defesa da NATO.

O governante escusou-se a avançar números da eventual participação portuguesa, por, nomeadamente, ainda se desconhecer a "natureza da missão", acrescentando, porém, que "não vai ser uma missão que se confunda com aquilo que está a fazer a coligação anti Daesh".

"Não se devem confundir os dois planos porque senão há sobreposição e há concorrência. Será, sobretudo, como parece estar a desenhar-se, uma missão de projeção de estabilidade, que poderá passar por atividades" como a formação e a logística, disse.

Caso se concretize esta operação, Portugal vai "ponderar, tomando em consideração" os seus constrangimentos e a sua dimensão.

"Mas projetando sempre o nome de Portugal na organização, até porque isso é também uma forma de projetarmos o país nas relações externas", resumiu.

No mesmo local, a 20 de maio, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, tinha afirmado o apoio de Portugal a uma eventual decisão da NATO de aumentar as capacidades de formação no Iraque, onde estão 32 militares portugueses em serviço.

Portugal "exprimiu a sua disponibilidade para apoiar um novo passo, se a NATO entender fazê-lo, na cimeira de Varsóvia", que passa por aumentar as capacidades de formação no interior do país, "mais uma vez a pedido das autoridades iraquianas", afirmou o governante.

Sobre o envio de forças nacionais para a República Centro Africana, o ministro da Defesa justificou hoje com o facto de ter sido a França a solicitar o apoio da comunidade internacional para missões de combate ao terrorismo transnacional e por ser uma operação de "segurança e de reforço de segurança da missão da União Europeia".

"E porque corresponde a uma opção da política externa portuguesa, muito consolidada, e que resulta do próprio programa de Governo que é um certo regresso à Organização das Nações Unidas", disse.

"Há uma dimensão de segurança, há uma dimensão de projeção de estabilidade e há uma dimensão que, de forma indireta, permitimos que outro país possa alocar recursos a um combate mais tradicional, infelizmente, na Síria e um combate, menos tradicional, em que procuramos ser mais eficientes o terrorismo transnacional", referiu.

Nesta reunião na sede da NATO, em Bruxelas, Portugal argumentou ainda a "posição de equilibro" que deve haver entre a zona Leste e a zona Sul, com Azeredo Lopes a congratular-se por a carta assinada por Portugal, Espanha, França e Itália ter sido apoiada pelo secretário-geral da organização.

A carta, segundo o ministro, indica que a NATO deve "manter o equilíbrio entre as duas abordagens: a do flanco Leste" e a do "flanco Sul, que resulta de uma ameaça global e permanente e que não se repercute apenas no Sul", como provaram os atentados reivindicados pelos extremistas do Daesh em Bruxelas.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.