sicnot

Perfil

País

Preço do gás natural desce 13,3% para famílias a 1 de julho

O preço do gás natural desce 13,3% para os consumidores domésticos, 14,6% para os empresariais e 20,2% para os consumidores industriais a partir de 01 de julho, anunciou hoje a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Regis Duvignau / Reuters

Esta nova descida das tarifas, a segunda em 2016, beneficia todos os consumidores de gás natural (cerca de 1,4 milhões) devido à redução das tarifas de acesso às redes determinada pelo regulador do setor energético.

As tarifas de acesso às redes são aplicadas diretamente aos comercializadores que as transmitem aos consumidores finais nas faturas de fornecimento, pelo que esta redução se reflete na fatura de todos os consumidores de gás natural, quer estejam no mercado regulado ou no mercado liberalizado.

No global, a partir de julho, a descida acumulada será de 18,5% para os consumidores domésticos, 21,1% para os consumidores empresariais e 28,4% para os consumidores industriais.

A 1 de maio, as tarifas do gás tinham descido - 6,1% para os consumidores domésticos (com consumos abaixo dos 10.000 metros cúbicos), 7,5% para os consumidores empresariais (baixa tensão acima dos 10.000 metros cúbicos) e 10,2% para os consumidores industriais (média tensão), beneficiando da queda da cotação do petróleo.

As novas tarifas do gás natural, propostas pela ERSE em abril e que receberam parecer favorável do conselho tarifário, vigoram até 30 de junho de 2017.


Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.