sicnot

Perfil

País

40 colégios candidatos a financiamento de turmas

O Ministério da Educação anunciou hoje que 40 colégios localizados em zonas com falta de oferta pública de ensino apresentaram candidaturas para financiamento estatal de turmas de início de ciclo.

(Arquivo)

(Arquivo)

HUGO DELGADO

O valor do financiamento anual por turma mantém-se nos 80.500 euros, o que se traduz na atribuição de um total de cerca de 22 milhões de euros para a abertura de turmas de início de ciclo no próximo ano letivo.

"No total - financiamento de turmas em início de ciclo e de continuidade - o Estado aplicará nos contratos de associação cerca de 107 milhões de euros em 2016 -- 2017", refere o Ministério em nota enviada à comunicação social.

O prazo terminou na quarta-feira, tendo sido submetidas a concurso 273 turmas de 5.º, 7.º e 10º ano, segundo dados da tutela.

"Estes contratos de extensão são celebrados para um período de três anos letivos, o equivalente a um ciclo de ensino", precisa o Ministério.

O processo de identificação das necessidades resultou de uma avaliação da rede escolar que o Ministério pretende desenvolver todos os anos antes de serem tomadas decisões para o ano letivo seguinte.

As candidaturas serão agora avaliadas pela comissão de análise, conforme definido anteriormente no aviso de abertura do concurso.

"Nas situações em que na mesma freguesia existe mais do que um colégio com contrato de associação, o número de turmas a atribuir a cada um resultará da aplicação desses critérios de avaliação", lê-se no documento.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.