sicnot

Perfil

País

Petição contra pesquisa de petróleo em Aljezur entregue dia 22 na AR

Uma petição contra a atribuição de licença para a procura de petróleo em Aljezur (Algarve) vai ser entregue no parlamento na quarta-feira, anunciou hoje o partido PAN - Pessoas-Animais-Natureza, que se associa à iniciativa.

LUSA/ ARQUIVO

A iniciativa, inicialmente promovida pela Associação de Surf e Atividades Marítimas do Algarve (ASMAA), acabou por receber o apoio do PAN e de várias autarquias algarvias.

Estas entidades opõem-se à atribuição de uma licença de Título de Utilização Privativa do Espaço (TUPEM) relativa ao consórcio GALP/ENI, uma multinacional petrolífera Italiana (Ente Nazionale Idrocarburi S.p.A.) que pretende explorar petróleo na área de Santola, na Bacia do Alentejo, em Aljezur.

Entre as várias razões para se opôr à licença, a ASMAA aponta na petição pública o valor ambiental, social e económico para o Algarve e todos os seus residentes e habitantes da Costa Vicentina, o facto de a zona para onde está prevista a perfuração ter habitats importantes para os animais e a falta de um estudo que tenha em conta o impacto ambiental dessa atividade.

Com esta petição, a ASMAA e as outras entidades que apoiam a iniciativa pretendem que se reflita sobre "os impactos ambientais, sociais e económicos tanto da exploração como da mineração associados ao projeto por parte da ENI", refere o texto da petição, que recolheu mais de 4.300 assinaturas em 10 dias.

Para demonstrar a sua objeção à procura de petróleo em Alzejur, a ASMAA lançou também uma campanha de informação ao público com a qual pretende esclarecer a população sobre os impactos negativos daquela atividade.

Igualmente para protestar contra a licença para este furo de pesquisa de petróleo está marcada para dia 25 de junho uma manifestação, em Aljezur, convocada por vários movimentos.

O furo de sondagem para procura de petróleo será levado a cabo pelo consórcio GALP-ENI e está marcado para o dia 1 de julho.


Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21