sicnot

Perfil

País

PJ aguarda autorização clínica para interrogar mulher que se atirou com o filho ao rio Cávado

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga aguarda "luz verde" clínica para interrogar a mulher que na sexta-feira se atirou com o filho ao rio, em Barcelos, e que é "suspeita" de um crime de homicídio qualificado.

HUGO DELGADO

"Até agora, ainda não houve condições, por indicação médica, de interrogar a mulher", referiu à Lusa fonte da PJ.

Segundo a fonte, a mulher, neste momento, é "suspeita de um crime de homicídio qualificado na forma consumada", já que o filho acabou por morrer.

O Ministério Público informou, na sexta-feira, que determinou a abertura de um inquérito para investigação dos factos, sublinhando que eles "podem integrar, em abstrato, a prática de infração criminal de natureza pública, nomeadamente o crime de homicídio qualificado".

Fonte do Hospital de Braga disse à Lusa que a mulher está "estável" mas continua sob vigilância clínica, não devendo ter alta durante o dia de hoje.

Uma mulher de 37 anos atirou-se, ao início da tarde de sexta-feira, da ponte de Rio Covo Santa Eugénia, em Barcelos, com um filho de seis anos ao colo.

Pouco depois, a mulher foi resgatada da água por um popular, que para o efeito utilizou o seu barco.

O corpo do menino só foi encontrado na tarde de hoje, por mergulhadores dos bombeiros.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC