sicnot

Perfil

País

Cadeia de retalho espanhola Mercadona entra em Portugal e vai investir 25 M€

A cadeia de retalho espanhola Mercadona anunciou hoje a sua expansão para o mercado português, onde vai investir 25 milhões de euros e criar cerca de 200 postos de trabalho.

© Sergio Perez / Reuters

Em comunicado, o comité de Direção da cadeia de supermercados anunciou que "decidiu, com base no estabelecido com o Conselho de Administração, avançar com o seu plano de internacionalização, através da entrada no mercado português".

A retalhista adiantou que "o objetivo da empresa consiste na abertura das primeiras quatro lojas em 2019, iniciando assim o projeto de expansão internacional".

"A Mercadona estima investir inicialmente 25 milhões de euros e prevê criar cerca de 200 postos de trabalho nesta primeira fase de expansão. Para este objetivo, pretende iniciar contactos institucionais e trabalho de campo, bem como começar a identificar os locais mais adequados para as primeiras quatro aberturas em Portugal", adianta em comunicado.

A empresa referiu que já comunicou às autoridades portuguesas a decisão de estabelecer o seu projeto empresarial no mercado português e as chaves do modelo de crescimento partilhado, que impulsiona a Mercadona.

"Portugal é uma grande oportunidade para iniciar o crescimento internacional da empresa e um país com o qual podemos aprender tanto com o consumidor como com o setor altamente competitivo da distribuição", referiu o presidente, Juan Roig, citado em comunicado.

"A possibilidade de contribuir para o progresso económico e social do país e para o desenvolvimento do setor agroalimentar é um desafio emocionante e uma aspiração de todos nós que fazemos parte do projeto Mercadona e que o sentimos como um compromisso", acrescentou.

A escolha de Portugal por parte da Mercadona "para iniciar o seu plano de expansão internacional, foi determinada pelo facto de ser um mercado próximo, de proximidade logística e que se enquadra no crescimento orgânico e natural da empresa", concluiu a empresa.


Lusa

  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52