sicnot

Perfil

País

Ikea pede a clientes devolução de cancela para crianças por questões de segurança

O grupo sueco de mobiliário e decoração Ikea pediu hoje aos clientes para que devolvam as cancelas de segurança Patrull, produto destinado a crianças, compradas nas suas lojas, por questões de mau funcionamento.

Em comunicado, o grupo Ikea lamenta a situação e pede aos clientes que tenham adquirido aquele modelo de cancela de segurança que a devolvam na loja mais próxima, onde serão reembolsados na totalidade, não sendo necessária a apresentação do comprovativo de compra.

A decisão surge na sequência de "situações reportadas ao Ikea, a nível global, de que o fecho da grade de segurança se abriu inesperadamente, tendo havido casos de incidentes".

"A avaliação de segurança levada a cabo por uma entidade externa revelou que, apesar de todos os nossos artigos serem testados em conformidade com os padrões de segurança aplicáveis e de acordo com a legislação em vigor, os mecanismos de fecho não são suficientemente fortes", salientou o grupo, justificando assim a decisão de pedir a devolução daquele produto.

Destacando que "as crianças são as pessoas mais importantes do mundo para a Ikea", o grupo frisou que tem "tolerância zero em relação à segurança dos produtos".

O Ikea referiu ainda que, para prevenir outros incidentes, as grades de segurança Patrull, Patrull Klamma e Patrull Fast foram retiradas de todas as lojas e já não se encontram à venda.


Com Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.