sicnot

Perfil

País

Ikea pede a clientes devolução de cancela para crianças por questões de segurança

O grupo sueco de mobiliário e decoração Ikea pediu hoje aos clientes para que devolvam as cancelas de segurança Patrull, produto destinado a crianças, compradas nas suas lojas, por questões de mau funcionamento.

Em comunicado, o grupo Ikea lamenta a situação e pede aos clientes que tenham adquirido aquele modelo de cancela de segurança que a devolvam na loja mais próxima, onde serão reembolsados na totalidade, não sendo necessária a apresentação do comprovativo de compra.

A decisão surge na sequência de "situações reportadas ao Ikea, a nível global, de que o fecho da grade de segurança se abriu inesperadamente, tendo havido casos de incidentes".

"A avaliação de segurança levada a cabo por uma entidade externa revelou que, apesar de todos os nossos artigos serem testados em conformidade com os padrões de segurança aplicáveis e de acordo com a legislação em vigor, os mecanismos de fecho não são suficientemente fortes", salientou o grupo, justificando assim a decisão de pedir a devolução daquele produto.

Destacando que "as crianças são as pessoas mais importantes do mundo para a Ikea", o grupo frisou que tem "tolerância zero em relação à segurança dos produtos".

O Ikea referiu ainda que, para prevenir outros incidentes, as grades de segurança Patrull, Patrull Klamma e Patrull Fast foram retiradas de todas as lojas e já não se encontram à venda.


Com Lusa

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou este sábado a acordo sobre o cessar-fogo na Síria, depois de três dias de intensas negociações para evitar o veto da Rússia. As tréguas vão durar 30 dias e permitir a entrada de ajuda humanitária em Ghouta Oriental, a região mais atingida pela guerra na Síria, nesta altura. Em apenas sete dias, os bombardeamentos do regime fizeram mais de 500 mortos.

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35