sicnot

Perfil

País

Incêndio no trem de aterragem de avião da SATA estacionado em Lisboa

Um incêndio no trem de aterragem de um avião A320 da transportadora aérea SATA deflagrou hoje quando a aeronave estava estacionada no aeroporto de Lisboa, situação resolvida pelos bombeiros sem causar problemas aos passageiros, disse o porta-voz da empresa.

"Os aviões [A310] estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece", afirmou Luís Miguel Sancho. (Arquivo)

"Os aviões [A310] estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece", afirmou Luís Miguel Sancho. (Arquivo)

"Depois da aeronave estacionada, e quando os passageiros desembarcavam pela porta da frente, foi detetado um pequeno incêndio no hidráulico do trem [de aterragem]", afirmou à agência Lusa António Portugal, porta-voz do grupo SATA, acrescentando que o fogo foi "prontamente apagado pelos bombeiros".

António Portugal explicou que, "por razões de segurança", foram acionadas as mangas nas portas traseiras do avião, que transportou esta manhã entre Ponta Delgada e Lisboa 165 passageiros, tendo chegado à capital portuguesa às 11:40.

O porta-voz da SATA referiu que, neste momento, estão a ser verificados pelos serviços de manutenção da companhia aérea "eventuais danos que possam existir no trem de aterragem", pelo que a "explicação [para a situação] só será dada tecnicamente depois de analisadas as causas".

Segundo António Portugal, os 165 passageiros "estão todos bem" e a ser "acompanhados pelo pessoal da SATA em Lisboa".

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.