sicnot

Perfil

País

Discussão na especialidade de projeto de lei sobre TDT adiada para a próxima semana

A discussão e votação na especialidade do projeto de lei que alarga a oferta na TDT foi hoje adiada para 05 de julho, disse à Lusa a presidente da comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

2009 - A televisão digital terrestre chega a 29 concelhos do país, entre eles Lisboa, Porto, Ponta Delgada, Funchal, Faro, Coimbra e Chaves.

2009 - A televisão digital terrestre chega a 29 concelhos do país, entre eles Lisboa, Porto, Ponta Delgada, Funchal, Faro, Coimbra e Chaves.

Para a reunião de hoje estava prevista a discussão e votação na especialidade do projeto de lei que conta com os contributos do Bloco de Esquerda (BE), PS, PCP e PEV, já que era esperado que o diploma ficasse aprovado esta semana.

No entanto, a discussão e votação "foi adiada para o próximo dia 05 [de julho]", disse Edite Estrela, explicando que tal se deveu "a um pedido do PSD".

O projeto de lei alarga a oferta de serviços de programas na televisão digital terrestre (TDT), garantindo condições técnicas adequadas e o controlo do preço, entre outras medidas.

Relativamente ao requerimento apresentado pelo grupo parlamentar do PS para a audição da direção do Sindicato dos Jornalistas e do presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, sobre a inclusão de publicidade nos novos coletes para repórteres de campo, Edite Estrela adiantou que "foi aprovado por unanimidade".

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.