sicnot

Perfil

País

Sete mortos e 530 acidentes na 1ª fase da operação Hermes

Sete mortos, mais quatro do que em 2015, e 530 acidentes, menos 21 que no ano passado, é o balanço da primeira fase da operação Hermes - Viajar em segurança, que decorreu entre sexta-feira e domingo, informou a GNR.

(SIC/ Arquivo)

Vinte e cinco feridos em estado grave (menos um que no ano passado) e 170 pessoas com ferimentos ligeiros (menos 51) foram também contabilizados durante os três dias da operação, refere um comunicado da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Do total de acidentes, 396 foram colisões, 116 despistes e 18 atropelamentos, acrescenta.

As sete mortes ocorreram nos distritos de Beja (2), Leiria (2), Braga (1), Faro (1) e Lisboa (1) e os maiores índices de sinistralidade verificaram-se nos distritos do Porto (87), Faro (69) e Aveiro (54).

Ao longo da operação - destinada a garantir a segurança dos utentes das vias rodoviárias durante as deslocações para locais de veraneio e eventos característicos do verão - a GNR deteve 136 condutores, dos quais 110 por condução com taxa de alcoolemia (TAS) igual/superior a 1,20 gramas por litro de sangue e 26 por falta de habilitação legal para conduzir.

Foram ainda detetadas 3,254 infrações, designadamente 1.557 por excesso de velocidade, 316 por condução com TAS superior ao permitido por lei, 170 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança ou cadeira para bebés e 110 por uso indevido de telemóvel durante a condução.

A segunda fase da Hermes decorre de 29 a 31 de julho e a terceira e quarta fases de 12 a 15 e de 26 a 28 de agosto, respetivamente.

Lusa

  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54