sicnot

Perfil

País

Temperaturas vão subir a partir de quinta-feira, em especial no interior

As temperaturas vão subir a partir de quinta-feira, mantendo-se elevadas até ao dia 20 de julho, em especial no interior do país, informou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Reuters Photographer / Reuter

O aumento da temperatura "deve-se a uma massa de ar muito quente e seco, na circulação de um anticiclone localizado no golfo da Biscaia", a norte da Península Ibérica, explicou à Lusa a meteorologista Sandra Correia, adiantando que, a partir de sexta-feira, "praticamente todo o território [nacional] vai ter valores de temperatura máxima superiores a 30 graus Celsius".

No Alentejo e na Beira Interior os valores podem situar-se entre os 38 e os 42 graus Celsius, situação que se estenderá durante todo o fim de semana.

"Neste momento, já está emitido o aviso de tempo quente, nível amarelo, para os distritos das regiões Centro e Sul, já em vigor durante o dia de hoje, e que se irá prolongar nos próximos dias", disse Sandra Correia.

A temperatura mínima também irá registar valores elevados: "Em alguns locais serão da ordem dos 20 graus Celsius", originando as denominadas "noites tropicais", explicou.

De acordo com o IPMA, o céu estará em geral fraco, do quadrante leste, à exceção do litoral, onde durante as tardes se "fará sentir a brisa marítima".

A meteorologista afirmou que, "comparando com o dia de ontem e com o de hoje, em que esteve muito vento, o vento vai ser menos intenso" a partir de quinta-feira.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.