sicnot

Perfil

País

Sobem para 12 os distritos sob Aviso Amarelo devido ao tempo quente

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou de sete para 12 os distritos sob Aviso Amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido ao tempo quente.

(Arquivo)

(Arquivo)

reuters

De acordo com o IPMA, estão sob Aviso Amarelo, os distritos de Beja, Évora, Setúbal, Portalegre, Santarém, Lisboa, Leiria, Coimbra, Aveiro, Porto, Braga e Viana do Castelo, bem como o arquipélago da Madeira.

Aviso Amarelo é o terceiro mais grave numa escala de quatro e significa "risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

Na quarta-feira, o IPMA anunciou a previsão de tempo quente e seco, com temperaturas acima dos 30 graus nas regiões do norte e, entre os 35 e 40 graus, para o centro e sul do país, além da temperatura mínima acima dos 20 graus.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou na quarta-feira para o risco de incêndio em níveis muito elevados para os próximos dias, devido às previsões de tempo quente e seco, com temperaturas a rondar os 40 graus.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) emitiu na quarta-feira um alerta, à população em geral e em particular às pessoas mais vulneráveis, para que adotem medidas de prevenção contra as temperaturas elevadas, esperadas para os próximos dias.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se um aumento significativo das temperaturas a partir de hoje, dia 14 de julho, até dia 20 de julho, pelo menos.

Neste contexto, a DGS "recomenda a adoção de medidas gerais de prevenção destinadas à população em geral e medidas específicas para pessoas mais vulneráveis aos efeitos do calor", nomeadamente bebés e crianças pequenas, idosos, doentes crónicos, praticantes de desporto e pessoas isoladas e em carência económica e social.

Quanto ao estado do tempo para hoje, o instituto prevê para o continente céu geralmente limpo, vento em geral fraco predominando do quadrante leste, soprando temporariamente moderado de noroeste no litoral oeste durante a tarde, em especial a norte do Cabo Raso.

Está também prevista subida de temperatura, em especial da máxima e no litoral centro.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul, vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando moderado a forte nas terras altas até ao início da manhã e pequena subida da temperatura máxima.

Para os Açores, a previsão aponta para períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto, períodos de chuva para o fim do dia, neblinas e vento fraco a bonançoso.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 19 e 36 graus Celsius, no Porto entre 17 e 30, em Vila Real entre 14 e 29, em Viseu entre 15 e 30, em Bragança entre 10 e 30, na Guarda entre 12 e 28, em Castelo Branco entre 18 e 34, em Coimbra entre 12 e 34, em Santarém entre 13 e 38, em Évora e Beja entre 17 e 37, em Faro entre 22 e 30, no Funchal entre 20 e 27, em Ponta Delgada entre 20 e 24, na Horta entre 22 e 26 e em Santa Cruz das Flores entre 21 e 26.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:30

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para o continente céu geralmente limpo, vento em geral fraco predominando do quadrante leste, soprando temporariamente moderado de noroeste no litoral oeste durante a tarde, em especial a norte do Cabo Raso.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.