sicnot

Perfil

País

Amigos e ex-colaboradores de Cavaco no sábado em almoço de "gratidão e admiração"

ARMANDO FRANCA

Um grupo de amigos e ex-colaboradores de Cavaco Silva reúne-se sábado num "almoço de amizade" para expressar a "gratidão e admiração" ao ex-primeiro-ministro e ex-presidente da República, segundo Leonor Beleza.

O almoço decorrerá num hotel em Lisboa e a organização conta com pelo menos 80 pessoas, prevendo-se "umas palavras de saudação" dos organizadores e também de Cavaco Silva, na fase inicial do almoço, aberta à comunicação social.

"É um almoço informal de amigos que tinham vontade de o reencontrar, de conversar. É um almoço com uma forte componente de amizade, gratidão e admiração", afirmou Leonor Beleza, em declarações à Lusa.

No núcleo que organiza o almoço, noticiado pelo Expresso no sábado, incluem-se a presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, a ex-ministra das Finanças Manuela Ferreira Leite, João Lobo Antunes, Luís Palha, Vasco Rocha Vieira e Luís Sousa Macedo.

Cavaco Silva foi líder do PSD durante uma década, primeiro-ministro de Portugal entre 1985 e 1995 e Presidente da República entre 2006 e 2016.

No mesmo dia, mas à tarde, decorre uma homenagem ao líder do I Governo Constitucional, Mário Soares, por iniciativa do primeiro-ministro, António Costa, e para a qual foram convidados todos os primeiros-ministros e presidentes da República.

Com a cerimónia, que se realizará ao fim da tarde nos jardins da residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, António Costa pretende homenagear a figura de Mário Soares e ao mesmo tempo destacar a importância deste Governo que resultou das primeiras eleições legislativas realizadas em Portugal após o 25 de Abril.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.