sicnot

Perfil

País

Amigos e ex-colaboradores de Cavaco no sábado em almoço de "gratidão e admiração"

ARMANDO FRANCA

Um grupo de amigos e ex-colaboradores de Cavaco Silva reúne-se sábado num "almoço de amizade" para expressar a "gratidão e admiração" ao ex-primeiro-ministro e ex-presidente da República, segundo Leonor Beleza.

O almoço decorrerá num hotel em Lisboa e a organização conta com pelo menos 80 pessoas, prevendo-se "umas palavras de saudação" dos organizadores e também de Cavaco Silva, na fase inicial do almoço, aberta à comunicação social.

"É um almoço informal de amigos que tinham vontade de o reencontrar, de conversar. É um almoço com uma forte componente de amizade, gratidão e admiração", afirmou Leonor Beleza, em declarações à Lusa.

No núcleo que organiza o almoço, noticiado pelo Expresso no sábado, incluem-se a presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, a ex-ministra das Finanças Manuela Ferreira Leite, João Lobo Antunes, Luís Palha, Vasco Rocha Vieira e Luís Sousa Macedo.

Cavaco Silva foi líder do PSD durante uma década, primeiro-ministro de Portugal entre 1985 e 1995 e Presidente da República entre 2006 e 2016.

No mesmo dia, mas à tarde, decorre uma homenagem ao líder do I Governo Constitucional, Mário Soares, por iniciativa do primeiro-ministro, António Costa, e para a qual foram convidados todos os primeiros-ministros e presidentes da República.

Com a cerimónia, que se realizará ao fim da tarde nos jardins da residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, António Costa pretende homenagear a figura de Mário Soares e ao mesmo tempo destacar a importância deste Governo que resultou das primeiras eleições legislativas realizadas em Portugal após o 25 de Abril.

Lusa

  • Fogo em Setúbal dominado
    2:31

    País

    O incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal está dominado. As chamas chegaram a ameaçar as casas, o que obrigou à retirada de cerca de 500 pessoas das habitações, como medida de precaução. Também o Hotel do Sado teve de ser evacuado.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.