sicnot

Perfil

País

GNR deteve 174 pessoas no fim de semana, maioria por condução com álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve no passado fim de semana 174 pessoas em flagrante delito, a maioria das quais por condução sob o efeito do álcool, e apreendeu 291 doses de haxixe.

Em comunicado hoje divulgado, a GNR adiantou que, no fim de semana, deteve 174 pessoas em flagrante delito, 102 das quais por condução sob o efeito do álcool, 21 por condução sem habilitação legal, seis por tráfico de estupefacientes, seis por furto, três por violência doméstica e um por tentativa de homicídio.

A GNR informou também que foram apreendidas 291 doses de haxixe e 3,13 toneladas de bivalves.

No âmbito do trânsito, a GNR detetou 2.271 infrações, das quais 1.080 deveram-se a excessos de velocidade, 317 a condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 104 a falta de inspeção periódica obrigatória.

Das infrações detetadas, 99 deveram-se a falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 63 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 30 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório e 25 relacionadas com tacógrafos.

As operações realizaram-se em todo o território nacional com o objetivo de prevenir e combater a criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária, acrescenta a GNR no comunicado


Lusa

  • GNR fechou A1 em megaoperação stop
    1:06

    País

    Mais de 600 condutores foram fiscalizados, na madrugada passada na A1, em Antuã, numa operação especial da GNR de combate à criminalidade. Uma pessoa foi detida por posse de estupefacientes e 10 foram alvo de contraordenação por posse de droga. Houve ainda condutores multados por infrações rodoviárias, três por excesso de álcool.

  • Operação "Verão Seguro" junta PSP e GNR
    1:44

    País

    Já está em marcha a Operação Verão Seguro, que junta a PSP e a GNR no reforço do policiamento durante o período de férias.As autoridades alertam para os cuidados a ter em zonas de praia ou de acesso a transportes públicos e lembram que os cidadãos podem pedir proteção mais atenta para as próprias casas antes de viajarem.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.