sicnot

Perfil

País

Quatro meios aéreos e mais de 300 operacionais combatem chamas em Braga

Mais de três centenas de operacionais e quatro meios aéreos foram mobilizados para o combate a 17 incêndios florestais no distrito de Braga, disse à agência Lusa o comandante distrital da proteção civil.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

© Jonathan Alcorn / Reuters

O segundo comandante distrital de Operações de Socorro (CODIS) de Braga, Hercílio Campos, adiantou que o dispositivo que se encontra no terreno vai ser reforçado com meios de Vila Real, Lisboa e Porto.

"Os incêndios mais preocupantes são em Tamel (Santa Leocádia), no concelho de Barcelos, em Abacão, Guimarães e em Sequeira, Braga", adiantou aquele responsável.

"Para já não há habitações ameaçadas", referiu.

Hércilio Campos disse que "a principal dificuldade" da proteção civil prende-se com o "número excessivo de ocorrências, 17 no total, num distrito com 14 concelhos".

"Temos no terreno mais de 304 homens de 21 corpos de bombeiros", explicou, revelando que "a humidade muito baixa, algum vento e as zonas de decline" são as principais dificuldades com que se confrontam os bombeiros.

A página oficial da Autoridade Nacional da Proteção Civil contabiliza hoje, pelas 17:40, 580 fogos em todos o país, que mobilizavam 2.299 bombeiros, 797 viaturas e 15 meios aéreos.

Lusa