sicnot

Perfil

País

Proteção Civil da Madeira alerta para temperaturas elevadas nos próximos dias

O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira (SRPCM) emitiu hoje recomendações à população para minimizar os efeitos das temperaturas elevadas no arquipélago, colocado sob aviso amarelo e laranja até às 21h00 de sábado.

Numa nota, o SRPC refere que entre sexta-feira e o dia 9 o arquipélago "estará sob a influência direta de uma massa de ar tropical continental, quente e seco", o que significa que as temperaturas máximas vão atingir valores entre os 29 e os 33 graus.

A humidade relativa será "muito baixa, em particular acima de 200/300 metros de altitude".

Esta situação meteorológica, classificada como "adversa", levou o Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) a colocar as zonas montanhosas sob aviso laranja e o restante território na Madeira e no Porto Santo sob aviso amarelo.

Na nota, a Proteção Civil menciona ser "expectável a presença de poeiras na baixa atmosfera oriundas do norte de África", desaconselhando, entre outros aspetos, a realização de queimadas ou fogueiras e recomendando comportamentos adequados face ao perigo de incêndio florestal.

A autoridade aponta ainda que, nas regiões montanhosas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira, o vento poderá ser temporariamente moderado a forte (30 a 45 quilómetros/hora), com rajadas da ordem de 70 a 80 quilómetros e rumos predominantes de nordeste e de este.

Entre outras medidas, a SRPC da Madeira sugere o uso de vestuário apropriado, a aplicação de protetor solar, a utilização de chapéus e óculos de sol, a ingestão de líquidos que potenciem a hidratação e a ingestão de uma alimentação leve, sublinhando ser necessário dar atenção redobrada aos cuidados com as crianças e os mais idosos.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.