sicnot

Perfil

País

Cuidados redobrados devido à subida das temperaturas

Reuters

REUTERS

Vêm aí dias de mais calor e a Direção-Geral da Saúde recomenda à população, especialmente aos idosos, crianças e doentes crónicos, que adote medidas de prevenção.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê, a partir de hoje e, pelo menos, até terça, uma subida considerável das temperaturas, em especial da máxima, atingindo valores entre 32ºC e 42°C, na generalidade do território.

De acordo com esta previsão, a Direção-Geral da Saúde (DGS) emitiu um comunicado, assinado pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, com várias recomendações para a população, em especial para os grupos mais vulneráveis, se proteger do calor.

No comunicado, publicado no site da DGS, a autoridade de saúde recomenda aos portugueses de que se mantenham hidratados, bebendo mais água, e usem "roupas leves e largas", chapéu e óculos escuros.

No período de maior calor, entre as 11:00 e as 17:00, a DGS recomenda à população que evite a exposição solar e atividades físicas no exterior e "permaneça duas a três horas por dia num ambiente fresco ou com ar condicionado".

Mas "sempre que estiver ao ar livre, use protetor solar com índice de proteção igual ou superior a 30. Renove a sua aplicação de duas em duas horas ou de acordo com a indicação da embalagem", sublinha o comunicado.

Evitar as mudanças bruscas de temperatura, seguir as recomendações do médico assistente, acautelar que a casa aqueça demasiado, correndo as persianas ou portadas, e ao entardecer deixar o ar circular pela casa são outras recomendações da DGS.

Graça Freitas apela ainda aos portugueses que se mantenham "em contacto e atento aos familiares e pessoas conhecidas que vivam isoladas, em especial, se forem idosas ou de grupo vulnerável".

A Direção-Geral da Saúde assegura, no comunicado, que o sistema de saúde está preparado para adequar os seus serviços de acordo com os Planos de Contingência para Temperaturas Extremas Adversas, com o objetivo de minimizar o impacto do calor na saúde.

A autoridade de saúde recomenda às pessoas que, caso seja necessário, liguem para a Saúde 24 (808 24 24 24) e, em caso de emergência, para o 112.

Lusa

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.