sicnot

Perfil

País

Dominado incêndio em Castanheira de Pera

O incêndio florestal que deflagrou em Castanheira de Pera ao final da noite de segunda-feira e que se reacendeu esta terça-feira, após entrar em resolução, foi esta noite considerado novamente dominado.

Segundo informação atualizada às 23:15 no 'site' da Autoridade Nacional de Proteção Civil, mantêm-se no terreno 190 operacionais e 59 viaturas.

As chamas deflagraram inicialmente no Ameal, na freguesia de Castanheira de Pera e Coentral (distrito de Leiria), perto das 24:00 de segunda-feira.

Hoje, foi considerado dominado, mas horas depois, durante a tarde, voltou a estar em curso. Pelas 17:30, ameaçava algumas habitações.

Foi também necessário evacuar a praia das Rocas.

Durante a manhã, um homem foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de ter ateado este fogo.

O suspeito terá lançado o fogo, com recurso a chama direta.

O detido, com 67 anos de idade, casado e reformado, "vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório" e "aplicação das medidas de coação tidas por adequadas", refere a nota da polícia emitida hoje.

Lusa

  • Fogo em Setúbal dominado
    2:31

    País

    O incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal está dominado. As chamas chegaram a ameaçar as casas, o que obrigou à retirada de cerca de 500 pessoas das habitações, como medida de precaução. Também o Hotel do Sado teve de ser evacuado.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.