sicnot

Perfil

País

IP5 já reabriu ao trânsito

SIC

​O Itinerário Principal 5 (IP5), que estava cortado desde as 8h na zona de Viseu, nos dois sentidos, devido a um incêndio florestal, reabriu ao trânsito às 13h00, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Segundo a mesma fonte, "duas patrulhas mantêm-se no local, mas apenas por precaução, para o caso de o incêndio voltar a alastrar".

"As patrulhas estiveram toda a manhã a fazer o corte da via, mas às 13h00 esta foi reaberta e agora o trânsito circula normalmente", acrescentou.

O IP5, que liga Aveiro a Vilar Formoso, foi cortado devido a um incêndio que deflagrou às 11h17 de segunda-feira na localidade de Couto de Baixo, no concelho de Viseu, que ainda se encontra ativo.

De acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, as chamas estão a ser combatidas por 115 operacionais, apoiados por 37 viaturas e três meios aéreos.

Lusa

  • Fogo corta IP5 em Viseu

    País

    O Itinerário Principal 5 (IP5), que liga Aveiro a Vilar Formoso, está cortado desde as 8:00 de hoje, nos dois sentidos em Viseu, devido a um incêndio florestal ainda ativo em Couto de Baixo, segundo a GNR.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.