sicnot

Perfil

País

"O Exército tem sempre um dispositivo gradual pronto para intervir"

"O Exército tem sempre um dispositivo gradual pronto para intervir"

O Exército português possui meios para apoiar no combate às chamas na Madeira, caso venha a ser necessário, garante o Tenente Coronel Vicente Pereira.

  • Bombeiros combatem as chamas em nove edifícios no centro do Funchal
    6:24

    País

    De acordo com o Presidente da Câmara Municipal do Funchal, estão a ser combatidos incêndios em nove edifícios da cidade. Há cerca de duas horas, as chamas chegaram ao centro histórico da cidade. Paulo Cafôfo diz que, por volta da uma da manhã, um contigente de apoio irá chegar do continente.

  • António Costa avisa que não é só por haver vento ou calor que há fogos
    7:47

    País

    O anúncio do envio de uma força especial para o Funchal foi feito ao final da tarde pelo primeiro-ministro, na sede da Autoridade Nacional da Proteção Civil. António Costa fez algumas considerações políticas sobre os incêndios na última década e adiantou também que o Governo pode vir a pedir ajuda europeia, se nos próximos dias a situação se complicar. O primeiro-ministro falou ainda sobre a situação na Madeira.

  • Um homem de 83 anos é a 42.ª vítima dos incêndios
    1:27

    País

    Subiu para 42 o número de vítimas mortais nos incêndios deste domingo. Um homem de 83 anos foi encontrado sem vida em Lugar de Covelo, em Vouzela. O número de feridos mantém-se, 14 estão em estado grave. A maior parte das mortes aconteceu no distrito de Coimbra (20) e Viseu (19). Segundo a Proteção Civil, já não há desaparecidos. Sete pessoas estavam dadas como desaparecidas e apenas uma foi encontrada sem vida. Um bebé de poucos meses tinha sido dado como morto, mas foi encontrado com vida.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08