sicnot

Perfil

País

"O Exército tem sempre um dispositivo gradual pronto para intervir"

"O Exército tem sempre um dispositivo gradual pronto para intervir"

O Exército português possui meios para apoiar no combate às chamas na Madeira, caso venha a ser necessário, garante o Tenente Coronel Vicente Pereira.

  • Bombeiros combatem as chamas em nove edifícios no centro do Funchal
    6:24

    País

    De acordo com o Presidente da Câmara Municipal do Funchal, estão a ser combatidos incêndios em nove edifícios da cidade. Há cerca de duas horas, as chamas chegaram ao centro histórico da cidade. Paulo Cafôfo diz que, por volta da uma da manhã, um contigente de apoio irá chegar do continente.

  • António Costa avisa que não é só por haver vento ou calor que há fogos
    7:47

    País

    O anúncio do envio de uma força especial para o Funchal foi feito ao final da tarde pelo primeiro-ministro, na sede da Autoridade Nacional da Proteção Civil. António Costa fez algumas considerações políticas sobre os incêndios na última década e adiantou também que o Governo pode vir a pedir ajuda europeia, se nos próximos dias a situação se complicar. O primeiro-ministro falou ainda sobre a situação na Madeira.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.