sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu geralmente limpo, aumentando temporariamente a nebulosidade durante a tarde nas regiões do interior, vento fraco, tornando-se moderado de noroeste a partir do final da manhã, e por vezes forte e com rajadas até 60 quilómetros por hora no litoral oeste, sendo temporariamente de sudoeste na costa sul do Algarve.

Nas terras altas do norte e centro, prevê-se vento fraco a moderado de nordeste, soprando moderado a forte até ao início da manhã e a partir do meio da tarde.

Está também previsto pequena descida da temperatura mínima no litoral norte e centro, descida da temperatura máxima, mais significativa nas regiões norte e centro, e que será acentuada no litoral a norte do cabo Raso.

Na Madeira prevê-se tempo quente com períodos de céu muito nublado, em especial por nuvens médias e altas, vento moderado a forte de nordeste com rajadas até 75 quilómetros por hora soprando forte a muito forte com rajadas até 95 quilómetros por hora nas zonas montanhosas e pequena subida da temperatura mínima.

Para os Açores a previsão aponta para céu geralmente pouco nublado e vento nordeste bonançoso a moderado.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 23 e 35 graus Celsius, no Porto entre 20 e 30, em Braga entre 18 e 34, em Viana do Castelo entre 20 e 31, em Vila Real entre 20 e 33, em Viseu entre 20 e 35, em Bragança entre 17 e 31, na Guarda entre 18 e 30, em Coimbra entre 19 e 34, em Castelo Branco entre 24 e 37, em Portalegre entre 23 e 37, em Santarém entre 20 e 39, em Évora entre 19 e 40, em Beja entre 21 e 39, em Faro entre 22 e 33, no Funchal entre 28 e 35, em Ponta Delgada e Santa Cruz das Flores entre 21 e 27 e na Horta entre 22 e 27.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.