sicnot

Perfil

País

Marrocos cede dois aviões Canadair para combate aos fogos

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, anunciou esta quarta-feira que Marrocos vai ceder dois aviões Canadair para ajudar no combate aos incêndios em Portugal.

"Neste momento já acionámos mais mecanismos. Já conseguimos mais dois Canadair que veem de Marrocos e que amanhã [quinta-feira] já estão operacionais. Uma oferta do Reino de Marrocos que agradecemos, mas, neste momento, o nosso foco tem que ser nesta luta contra este fenómeno que é, naturalmente, agravado por uma meteorologia adversa", afirmou a governante.

A ministra anunciou ainda ter sido acionado o protocolo bilateral estabelecido com a Federação Russa para a vinda de mais meios, sem especificar, porém, quantos são ou quando chegam.

O anúncio da governante foi feito em Viana do Castelo, um dos distritos mais afetados pelos fogos florestais dos últimos dias. Estes meios marroquinos juntam-se ao Canadair já cedido por Itália e a outros dois disponibilizados por Espanha.

Hoje, o Governo português acionou formalmente o mecanismo europeu de proteção civil e obteve a resposta positiva de um avião Canadair italiano que virá para Portugal ajudar no combate aos incêndios, disse à Lusa fonte oficial.

A ministra da Administração Interna, que se reuniu com o presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil e autarca de Viana do Castelo, José Maria Costa, e com os operacionais do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) disse que o Alto Minho está a enfrentar uma situação "bastante grave", mas rejeitou a falta de meios para combate aos fogos que fustigam a região.

"Este distrito tem tido muita ajuda nacional. Tem tido todos os meios disponíveis que também têm que estar disponíveis para outros distritos que, igualmente estão a ser assolados", referiu.

Segundo a fonte do Ministério da Administração Interna, o Governo português já fez o pedido formal de ajuda aos Estados-membros da União Europeia em matéria de proteção civil para fazer face aos muitos incêndios que lavram no Norte e Centro do país.

Na terça-feira, dois aviões Canadair espanhóis eram esperados na zona de Viana do Castelo para reforçar o combate aos 11 incêndios então em curso no distrito, revelou o presidente da Comissão Distrital da Proteção Civil (CDPC), José Maria Costa.

Mais de 2.000 operacionais estavam hoje, às 19:50, a combater 13 grandes fogos florestais no continente português e vários focos de incêndio na ilha da Madeira.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.